sicnot

Perfil

Mundo

Botão de pânico nos telemóveis da Índia

Os telemóveis construídos na Índia a partir do próximo ano vão ter um botão de pânico. A decisão surge na sequência da violação e morte de uma mulher de 23 anos por um grupo num autocarro em Nova Deli em 2012.

© Amit Dave / Reuters

A partir de janeiro de 2018, os telemóveis vão também ter o sistema integrado de GPS.

"A tecnologia serve para tornar a vida dos humanos melhor e o melhor uso é a segurança das mulheres", declarou o Ministério das Comunicações e Tecnologias na apresentação do plano.

Quando o utilizador pressionar um botão continuamente ou os números 5 e 9 nos novos telefones, será imediatamente feita uma ligação para os serviços de emergência.

Esta decisão surge na sequência de uma série de crimes contra as mulheres nos últimos anos. A morte de uma estudante de 23 anos num autocarro em Nova Deli em 2012 desencadeou uma onda de protestos pelo país e resultou em leis mais rígidas contra a violação. Noutro caso, um motorista da Uber foi considerado culpado de violar uma passageira em Nova Deli.

A Índia registou em 2014 337.922 crimes contra as mulheres, incluindo mais de 36 mil violações, um aumento de 9% em relação ao ano anterior. É o país com a segunda maior taxa do mundo no mercado de telemóveis, com mais de mil milhões de utilizadores.

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51