sicnot

Perfil

Mundo

China nega que escola onde quase 500 alunos adoeceram esteja contaminada

As autoridades chinesas garantiram hoje que a qualidade do ar e da água de uma escola onde centenas de alunos revelaram problemas de saúde, "é normal", apesar da proximidade desta a uma antiga zona industrial.

© Jianan Yu / Reuters

A conclusão é de uma análise preliminar à zona onde está instalada a Escola de Línguas Estrangeiras de Changzhou, região oeste da China, levada a cabo por entidades do Governo local e central.

Os pais dos 493 alunos afetados, alguns com doenças graves, como leucemia e linfoma, queixam-se que o surto de doenças surgiu após a escola ter sido deslocada para uma área adjacente a antigas fábricas de produtos químicos.

Segundo uma reportagem anteriormente divulgada pela televisão estatal CCTV, a construção da escola começou sete meses antes da evacuação daquelas instalações ter sido concluída.

A mesma fonte revelou a presença de metais pesados e compostos orgânicos tóxicos no solo e nas águas subterrâneas, além de níveis de uma substância cancerígena quase 100.000 vezes superior ao máximo recomendado.

Três décadas de crescimento industrial rápido e desenfreado têm custado caro ao ambiente na China, cujos líderes têm estado preocupados com o crescente número de protestos motivados pela degradação ambiental.

A escola começou a funcionar em 2014 e conta atualmente com 2.541 alunos inscritos.

Lusa

  • Depois do Fogo
    23:30

    Reportagem Especial

    Foi o incêndio mais mortífero de que há memória. No dia 17 de junho, as chamas apanharam desprevenidos moradores de vários concelhos e fizeram pelo menos 64 mortos. O incêndio prolongou-se durante vários dias deixando um rasto de histórias de perda e de sobrevivência, mas também de solidariedade de um sem número de pessoas anónimas.

  • "A menina agora volta para casa. Nós não." 

    Foi o desabafo do Cesário que me fez escrever qualquer coisa sobre o que vivi na última semana. Eram dez e pouco da noite, tinha acabado a vigília de homenagem às vítimas em Figueiró dos Vinhos e ele ainda tinha na mão um balão branco que àquela hora já só estava meio cheio. Era o último dia de uma longa e dura jornada de trabalho e estávamos a arrumar as coisas para no dia seguinte regressarmos a Lisboa.

    Débora Henriques

  • A homenagem de José Mourinho ao pai

    Desporto

    José Mourinho publicou uma foto com o pai, na rede social Instagram. Felix Mourinho, também ele antigo jogador e treinador de futebol, morreu este domingo, vítima de doença prolongada.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Novo avião da TAP com pintura retro
    0:36

    Economia

    O novo avião da TAP chama-se "Portugal", tem uma pintura retro e vai sobrevoar os céus do pais a partir desta segunda-feira. A companhia aérea explica que o nome e a pintura são uma forma de homenagear a ligação histórica entre a empresa e o país.

  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia.