sicnot

Perfil

Mundo

Conselho de Segurança da ONU reúne-se de emergência sobre a Coreia do Norte

O Conselho de Segurança da ONU iniciou hoje à porta fechada uma reunião de emergência pedida pelos Estados Unidos, depois de a Coreia do Norte realizar novos testes de mísseis balísticos.

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon

Secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon

© Muhammad Hamed / Reuters

A Coreia do Norte tentou lançar dois mísseis de médio alcance, mas as tentativas falharam, segundo as autoridades da Coreia do Sul.

A 15 de abril, dia de aniversário do fundador do regime Kim II-Sung, a Coreia do Norte já tinha sofrido um revés com a falha do míssil Musudan, um engenho capaz de atacar as bases militares dos Estados Unidos na ilha de Guam, no Pacífico.

Pyongyang anunciou depois, a 23 de abril, o lançamento do míssil a partir de um submarino.

O Conselho de Segurança da ONU condenou o lançamento, que violou as resoluções das Nações Unidas que proíbem a Coreia do Norte de fazer ensaios balísticos e nucleares.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.