sicnot

Perfil

Mundo

Suspeito de matar 11 pessoas em Cabo Verde detido na PJ da Cidade da Praia

O militar suspeito de matar 11 pessoas em Cabo Verde encontra-se detido nas instalações da Polícia Judiciária (PJ) do país a aguardar decisão sobre se será ouvido em Tribunal civil ou militar.

O jovem suspeito de matar na segunda-feira 11 pessoas - oito militares e três civis, incluindo dois espanhóis - nas instalações do centro retransmissor de Monte Txota, no concelho de São Domingos, interior da ilha de Santiago, foi detido quarta-feira na cidade da Praia.

O soldado foi capturado no bairro da Fazenda graças à colaboração de um taxista, que depois de ter sido feito refém por cerca de três horas, conseguiu alertar a polícia, que chegou ao local cerca de 30 minutos depois e capturou o suspeito, militar há cerca de um ano.

O militar foi depois levado para a esquadra policial de Achada de Santo António, onde foi montado um enorme aparato de segurança, com a presença também de muitos populares.

Mais tarde, António Manuel Silva Ribeiro, mais conhecido por Entany, 22 anos, foi transferido para as instalações da Polícia Judiciária (PJ), no bairro de Achada Grande Frente, onde se encontra até agora a aguardar decisão sobre se será ouvido em Tribunal civil ou militar, o que deverá acontecer até ao final da tarde de sexta-feira.

Fonte das Forças Armadas de Cabo Verde adiantou à Lusa que, depois da captura do presumível autor do massacre, a prioridade agora é realizar os funerais dos soldados.

Quarta-feira foram realizadas os funerais de três dos oito soldados na ilha de Santiago, estando marcado para hoje as cerimónias fúnebres de três militares na cidade da Praia e dois na ilha de Santo Antão e do civil em São Vicente.

Todos os funerais terão honras militares e contarão com a presença do primeiro-ministro cabo-verdiano, Ulisses Correia e Silva, que cancelou o Conselho de Ministros previsto para hoje.

Fonte da Polícia Nacional confirmou à Lusa que o posto militar de Monte Txota, que fica a cerca de 30 minutos de distância da cidade da Praia, já foi entregue à supervisão do Exército.

Quanto aos dois espanhóis também assassinados no posto, a Embaixada de Espanha em Cabo Verde indicou na sua página na rede social Facebook que já abriu um livro de condolências na secção consular e que está em contacto com os familiares para transladar os corpos para Espanha.

Lusa

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.