sicnot

Perfil

Mundo

Homem vestido de panda ameaça explodir-se numa estação de televisão

Um homem vestido com um fato de panda foi ontem baleado pela polícia em Baltimore, nos EUA, após uma ameça de bomba na filial local da cadeia de televisão Fox.

© Bryan Woolston / Reuters

© Bryan Woolston / Reuters

© Bryan Woolston / Reuters

© Bryan Woolston / Reuters

© Bryan Woolston / Reuters

O homem invadiu a estação de televisão WBFF exigindo a cobertura de uma história sobre uma alegada conspiração do governo norte-americano.

Além do fato de animal, por baixo do qual dizia transportar uma bomba, envergava uma máscara cirúrgica e óculos de sol. Mas os alegados explosivos não eram mais que doces e chocolates embrulhados em papel de alumínio, segundo a polícia.

O suspeito, cuja identidade ainda não foi revelada, acabou por ser baleado pela polícia à saída do edíficio. Está hospitalizado, em estado grave.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.