sicnot

Perfil

Mundo

Pelo menos 11 mortos em queda de helicóptero na Noruega

Pelo menos 11 pessoas morreram hoje na queda de um helicóptero que transportava 13 passageiros na costa oeste da Noruega, afirmaram os serviços de socorro, que continuam a procurar sobreviventes.

© Norsk Telegrambyra AS / Reute

O aparelho Super Puma transportava trabalhadores das plataformas petrolíferas do mar do norte quando caiu na costa de Bergen, a segunda maior cidade do país.

"Estão à procura, na esperança de encontrar sobreviventes. Até agora não há sinais de sobreviventes," disse o porta-voz do centro de salvamento Sola, Anders Bang Andersen.

Andersen avançou que o helicóptero estava a caminho do aeroporto de Flesland, Bergen, quando se despenhou com 13 pessoas a bordo, incluindo a tripulação.

"O helicóptero foi localizado e fizemos os possíveis para salvar os ocupantes," acrescentou.

Vários testemunhos descreveram ter visto o aparelho descer em espiral, antes de verem uma grande explosão.

"Houve uma explosão e um barulho de motor característico, então olhei pela janela. Vi o helicóptero cair rapidamente no mar. Vi uma grande explosão," contou um residente de Bergensavien a um jornal local.

"Pedaços do helicóptero voaram pelos ares," disse acrescentando que viu as pás do aparelho a desfazerem-se.

Alguns meios de comunicação reportaram que várias pessoas tinham sido resgatadas mas como a equipa de salvamento fez uma avaliação diferente, Bang Andersen não pôde confirmar.

O primeiro-ministro norueguês escreveu, na rede social Twitter, "notícias terríveis da queda de um helicóptero." "Estou a ser informado continuamente sobre o avanço do resgate," acrescentou.

O helicóptero, que caiu às 10:00 de Lisboa, vinha de da plataforma B de Gullfaks, uma das maiores plataformas petrolíferas do país, na qual opera a empresa estatal Statoil.

Os meios de comunicação inicialmente indicaram a presença de 17 pessoas a bordo.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.