sicnot

Perfil

Mundo

Vinte e sete detidos após novos confrontos entre manifestantes e polícia em Paris

Dezenas de jovens manifestantes envolveram-se, esta madrugada, em confrontos com a polícia numa praça central de Paris, depois de terem recusado ordens para dispersar, indicaram as autoridades, dando conta de 27 detidos.

© Charles Platiau / Reuters

Além das 27 detidos, outras 24 pessoas ficaram sob custódia policial na sequência dos violentos confrontos em que os manifestantes atiraram blocos de cimento contra a polícia antimotim e incendiaram veículos.

Aproximadamente 100 "manifestantes particularmente violentos" forçaram as barricadas da polícia na Praça da República, a qual tem sido palco de concentrações noturnas ao longo do último mês por parte dos "indignados" franceses do grupo "Nuit Debout".

Contudo, na quinta-feira os manifestantes foram autorizados a permanecer apenas até à meia-noite.

A polícia afirmou que os últimos manifestantes foram dispersados pelas 02:00 (01:00 em Lisboa), sendo que alguns deixaram as barricadas improvisadas "para impedir o avanço das forças de segurança"

Um jornalista da agência AFP no local viu dois carros e duas motas a serem incendiadas.

O novo surto de violência tem lugar depois dos confrontos de quinta-feira durante os protestos contra as contestadas leis laborais que deixaram 24 polícias feridos, três dos quais com gravidade.

O movimento cidadão francês "Nuit Debout" ("Acordados Toda a Noite"), que começou a mobilizar-se no mês passado contra as reformas laborais propostas pelo executivo de Paris, pretende convocar uma série de reuniões no fim de semana de 07 e 08 de maio para discutir a preparação de um "protesto internacional".

Lusa

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.