sicnot

Perfil

Mundo

Dezoito detidos em Paris durante jornada marcada por violência

Dezoito pessoas foram detidas hoje em Paris, durante as manifestações do 1.º de Maio, realizadas num clima particularmente tenso, após dois meses de contestação contra uma reforma da lei do trabalho e muitos protestos marcados por violência.

© Philippe Wojazer / Reuters

O número de detidos foi adiantado pelo Ministério do Interior francês.

Várias dezenas de milhares de pessoas -- 84.000, segundo as autoridades -- desfilaram em toda a França, para exigir a retirada do projeto de lei que será analisado na Assembleia Nacional a partir de terça-feira.

Os cortejos decorreram hoje de manhã sem incidentes no resto do país, mas em Paris, onde se concentraram sob elevada vigilância policial, num desfile conjunto convocado pelos sindicatos pela primeira vez em sete anos, entre 16.000 manifestantes, segundo a polícia, e 70.000, de acordo com os sindicatos, os incidentes começaram logo após a partida do cortejo.

No leste da cidade, jovens encapuzados e com máscaras de esqui lançaram objetos sobre as forças de segurança, que ripostaram com granadas de gás lacrimogéneo.

Estes incidentes, envolvendo entre 200 e 300 jovens, repetiram-se a intervalos regulares durante toda a tarde, com vitrinas partidas e mobiliário urbano destruído.

Mantiveram-se, contudo, relativamente limitados, com milhares de manifestantes a desfilar de forma pacífica, repetindo palavras de ordem como "retirada, retirada da lei do trabalho", o que levou uma jornalista de televisão no local a referir-se a "uma manifestação com duas caras".

Pelas 19:00 (18:00 em Lisboa), havia distúrbios generalizados na grande Place de la Nation, invadida por nuvens de gás lacrimogéneo, enquanto as forças policiais eram alvo de objetos lançados por centenas de jovens contestatários de rosto coberto. Mas uma hora depois, o protesto dispersou-se.

Além de 18 detidos, um polícia e um manifestante sofreram ferimentos ligeiros em Paris, indicou o Ministério do Interior.

Lusa

  • Adeptos do Sporting gritaram "Joguem à bola"

    Desporto

    Depois da eliminação da Taça de Portugal, o autocarro do Sporting deixou o Estádio Municipal de Chaves em clima de grante tensão. Vários adeptos leoninos protestaram contra a equipa e pediram explicações.

  • Oposição diz que défice abaixo dos 2,3% se deve ao aumento de impostos
    2:24

    Economia

    O défice de 2016 vai ficar abaixo dos 2,3%, uma garantia dada pelo primeiro-ministro durante o debate quinzenal desta terça-feira. A oposição diz que o resultado é bom para o país mas que se deve a um aumento de impostos, feito pelo Governo no ano passado, e ao trabalho do PSD e do CDS nos anos anteriores.

  • Temperaturas negativas em várias zonas do país nos próximos dias
    1:57

    País

    O frio vai começar a fazer-se sentir nos próximos dias com as temperaturas a descerem para valores negativos em várias zonas do país. Em Lisboa, cinco estações de metro vão estar abertas durante a noite para albergar os sem-abrigo que também vão receber agasalhos e refeições quentes.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.