sicnot

Perfil

Mundo

Água em ebulição poderá estar na origem das estrias escuras na superfície de Marte

Os traços escuros observados em certos períodos na superfície de Marte poderão ser provocados por água que entra em ebulição devido à falta de pressão atmosférica naquele planeta, indicou um estudo hoje publicado na revista britânica Nature Geoscience.

© NASA NASA / Reuters

No passado, cientistas colocaram a hipótese de as estrias e sulcos observados em terrenos inclinados em diferentes locais de Marte, também conhecido como Planeta Vermelho, serem formados por fluxos de salmoura, uma solução aquosa saturada em sal que só pode ser formada com a presença de água.

Em setembro último, a agência espacial norte-americana NASA anunciou ter descoberto água em estado líquido em algumas zonas da superfície de Marte.

De acordo com os dados hoje publicados, uma equipa de investigadores franceses, britânicos e norte-americanos, liderada por Marion Massé, investigadora da Universidade de Nantes (França), realizou uma série de experiências numa câmara hiperbárica, onde simulou a pressão atmosférica de Marte e as temperaturas de verão verificadas na superfície terrestre.

Os investigadores colocaram um bloco de gelo numa superfície com uma inclinação de 30 graus e de areia solta. Nas condições terrestres, a água infiltrou-se gradualmente na areia, sem modificar a sua composição.

Mas, nas condições atmosféricas de Marte o resultado foi diferente. A água gelada entrou imediatamente em ebulição e o vapor libertado provocou a projeção de grãos de areia, que posteriormente formaram uma espécie de canais.

"Os fenómenos observados (...) nestas experiências são notavelmente similares aos traços observados em Marte", precisou Wouter Marra, da Unversidade holandesa de Utrecht, que comentou este novo estudo.

O planeta Marte tem uma pressão atmosférica mais baixa que a Terra e por isso a água em estado líquido não é estável, podendo congelar ou entrar em ebulição com grande rapidez.

Na superfície do Planeta Vermelho, a água pode entrar em ebulição a partir dos zero graus Celsius. Sob a pressão atmosférica normal na Terra, ao nível do mar, a água ferve aos 100 graus Celsius.

Lusa

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.