sicnot

Perfil

Mundo

CIA criticada por relatar morte de bin Laden "em tempo real"

A CIA está a ser alvo de críticas por ter partilhado "em tempo real" no Twitter pormenores da missão que levou à morte de Osama bin Laden, há 5 anos, no Paquistão.

O edifícil que serviu de refúguo a Bin Laden (Reuters/Arquivo)

O edifícil que serviu de refúguo a Bin Laden (Reuters/Arquivo)

© Stringer Pakistan / Reuters

Numa decisão pouco usual para marcar o aniversário do raide, em 2011, a agência publicou no Twitter, hora a hora, a descrição da missão contra Osama bin Laden, no Paquistão.

A decisão de contar os acontecimentos "como se estivessem a acontecer hoje" foi tomada para relembrar a população do papel da agência na histórica missão.

Alguns utilizadores do Twitter reagiram, porém, com críticas e questionam a ética na celebração de um ato que resultou na morte de uma pessoa. Foi uma decisão "grotesca e constragedora", comentou um utilizador.

  • "Para ele, um 'não' não foi suficiente"
    3:39
  • Um negócio familiar destruído pelas chamas
    8:36
  • "Diálogos" de Catarina Neves duplamente premiado no festival Muvi
    2:12