sicnot

Perfil

Mundo

Novos ataques aéreos em Alepo

Novos ataques aéreos atingiram hoje a cidade síria de Alepo, numa altura em que o secretário de Estado norte-americano, John Kerry, está em Genebra para tentar novas negociações entre as partes envolvidas no conflito.

reuters

Ataques aéreos no leste de Alepo, controlado por rebeldes, fizeram-se sentir nas primeiras horas do dia, sem que haja ainda informação sobre eventuais vítimas, de acordo com relatos do correspondente da agência AFP.

Vários bairros, incluindo o densamente povoado Bustan al-Qasr, foram atingidos. Não é claro se os ataques foram conduzidos por aviões sírios ou russos.

O bombardeamento dos rebeldes às zonas oeste da cidade, controladas pelo Governo, no domingo, resultou na morte de três civis, incluindo uma criança, de acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos.

Mais de uma semana de combates na segunda cidade da Síria causaram a morte de centenas de civis.

A violência crescente em Alepo e arredores ameaça o processo de paz, apoiado pela ONU, e o frágil acordo de cessar-fogo.

Kerry aterrou em Genebra no domingo para negociações com os ministros árabes e com o enviado especial da ONU para a Síria, Staffan de Mistura.

"Estamos a falar diretamente com os russos, mesmo agora", disse Kerry.

Alepo ficou inicialmente de fora de um acordo para reativar uma trégua de 27 de fevereiro entre o Governo e os rebeldes não-'jihadistas'.

A suspensão dos combates, anunciada na sexta-feira, aplica-se às frentes de batalha na província costeira de Latakia e em Ghouta oriental, perto de Damasco.

No domingo, o chefe do centro de coordenação russo na Síria disse que negociações para incluir Alepo tinham começado.

"Decorrem atualmente negociações para estabelecer um 'regime de silêncio' na província de Alepo", disse às agências russas o general Sergei Kuralenko.

Mais de 270 mil pessoas morreram desde o início do conflito sírio em março de 2011

  • A história de João Ricardo
    10:37
  • Cuidados a ter na Black Friday
    1:43

    Economia

    A Black Friday arranca oficialmente em Portugal esta sexta-feira com descontos que podem ir até aos 80%. A Deco avisa que nem todas são boas oportunidades e apela à atenção dos consumidores.

  • Parceiros sociais começam hoje debate sobre salário mínimo

    Economia

    Os parceiros sociais reúnem-se hoje com o ministro do Trabalho, Vieira da Silva, para iniciarem a discussão sobre a atualização do salário mínimo para o próximo ano, com as centrais sindicais e confederações patronais a assumirem posições divergentes.Em cima da mesa estarão as propostas das centrais sindicais, com a CGTP a exigir 600 euros a partir de janeiro de 2018 e a UGT a reivindicar 585 euros como ponto de partida para a negociação.

  • Os 72 golos de mais uma noite de Liga Europa

    Liga Europa

    Os 16 avos-de-final da Liga Europa começam a ganhar forma. São já 16 as equipas apuradas para a próxima fase da competição, entre elas o Sporting de Braga, que somou mais uma vitória. Em sentido inverso, o Vitória de Guimarães saiu derrotado de Salzburgo e ficou mais longe da qualificação. A 5.ª jornada da fase de grupos jogou-se esta quinta-feira e ao todo marcaram-se 72 golos. Estão todos aqui, para ver ou rever.

  • DGO divulga hoje execução orçamental até outubro

    Economia

    A Direção-Geral do Orçamento (DGO) divulga hoje a síntese da execução orçamental em contas públicas até outubro, sendo que, em contabilidade nacional, o Governo estima reduzir o défice para 1,4% do Produto Interno Bruto (PIB) este ano.

  • "No fim, logo se vê" se foram quatro anos de uma legislatura perdida
    1:28

    País

    Pedro Passos Coelho acusa o Governo de perder uma legislatura. O presidente do PSD diz que "no fim, logo se vê" se foram ou não quatro anos de oportunidade perdida para o país. No último Conselho Nacional antes das eleições diretas do partido, Passos acusou o Executivo de perder o rumo e apontou os casos do Infarmed e do aumento do preço da água como exemplos de desorientação.

  • Marcelo apoia novo Mecanismo Europeu de Proteção Civil
    0:44

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa considera o novo Mecanismo de Proteção Civil uma ideia muito boa, que tem todo o apoio do Governo e do Presidente da República. Marcelo apenas lamenta que o modelo não existisse durante os incêndios deste ano.

  • Pense bem antes de beijar um colega

    Mundo

    O tribunal da província espanhola de Huesca aceitou o pedido de indemnização de uma mulher que foi vítima de assédio sexual por parte de um colega de trabalho. A mulher terá pedido boleia ao colega que, dentro do carro, lhe passou a mão pelas pernas, mas não ficou por aí.

    SIC