sicnot

Perfil

Mundo

Vinho tinto e chocolate fazem bem aos intestinos

O vinho tinto, o chocolate e o café aumentam a diversidade de bactérias nos intestinos, benéfica para a saúde. É o que sugerem dois estudo publicados na Science, que representam a maior investigação até à data sobre as bactérias que vivem nos intestinos.

Investigadores da Bélgica e da Holanda analisaram as fezes de milhares de voluntários, mapearam as espécies de bactérias que vivem nos seus intestinos e associaram-nas a alguns fatores do estilo de vida.

Os cientistas esperam vir a conseguir usar estes micróbios para diagnosticar e tratar doenças que, aparentemente, estarão relacionadas com as bactérias intestinais.

Jeroen Raes, do Instituto para a Biotecnologia da Flandres, que liderou um dos estudos, acredita que as bactérias intestinais - fortemente influenciadas pela dieta. sãor muito diferentes nos países ocidentais.

Na investigação holandesa, da Universidade de Groningen, verificou-se que alguns laticínios como o iogurte e o leitelho aumentam a diversidade das bactérias intestinais, ao passo que os produtos ricos em gordura tendem a diminuí-la.

Em moderação, consumir vinho tinto e chocolate aumenta esta diversidade que, quanto maior for, melhor nos faz à saúde, explica Alexandra Zhernakova, da Universidade de Groningen.

Por outro lado, diz, alguns medicamentos (antibióticos, antihistamínicos, hormonas e anti-inflamatórios) diminuem a diversidade de bactérias.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John McCain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06