sicnot

Perfil

Mundo

Caças britânicos provocam alarme ao escoltar avião da Air France

A escolta de um avião da Air France esta madrugada por caças britânicos, depois de ter perdido contacto rádio, provocou o alarme numa zona residencial no nordeste de Inglaterra devido às ondas de choque sónicas.

© Norsk Telegrambyra AS / Reute

Caças Typhoon da força aérea britânica foram chamados a identificar um avião civil irresponsável, fez saber hoje o Ministério britânico da Defesa, de acordo com a agência France Press, o que provocou ondas de choque sónico, provocadas quando um avião ultrapassa a velocidade do som, sobre Yorkshire, no nordeste de Inglaterra.

O voo da Air France proveniente do aeroporto Charles de Gaule em Paris e com destino a Newcastle no nordeste de Inglaterra tinha uma falha de rádio, indicou a companhia aérea francesa.

"A Air France confirma que, devido a um problema de comunicação rádio, o voo AF 1558 teve que ser acompanhado por dois caças britânicos", anunciou a companhia na sua página oficial na rede social Twitter no Reino Unido.

"A segurança dos clientes e da tripulação é uma prioridade absoluta", acrescentou a companhia aérea.

Um porta-voz da Royal Air Force (RAF) citado pela AFP indicou que dois caças de resposta rápida Typhoon da Base Aérea de Coningsby foram chamados a identificar o avião irresponsável.

"As comunicações foram restabelecidas e a aeronave aterrou em segurança", especificou a mesma fonte.

A polícia de Yorkshire recorreu também ao Twitter para tranquilizar a população e garantir a inexistência de qualquer perigo associado às explosões decorrentes das deslocações de ar provocadas pelo voo dos caças supersónicos.

"Confirmaçção da RAF de que o barulho de fortes explosões no condado se deveram ao ruído sónico dos caças Typhon. Não há razão para alarme", indicou a polícia.

Uma onda de choque sónica -- e correspondente estrondo sónico - é provocada quando um avião ultrapassa uma velocidade superior a 1.236 quilómetros por hora.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • "Quem me dera que a bancada do Estoril fosse com o c......"

    Desporto

    Depois da polémica no jogo entre Estoril-Praia e FC Porto, um cântico polémico da claque do Sporting sobre a bancada do estádio António Coimbra da Mota que obrigou à interrupção do jogo da passada segunda-feira. Tudo aconteceu durante um jogo do campeonato de hóquei em patins entre leões e dragões.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Registada em vídeo explosão de meteoro nos EUA
    0:42
  • "A Rússia não nos ajuda nada na Coreia do Norte"

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, condenou esta quarta-feira a postura da Rússia sobre a situação da Coreia do Norte, afirmando que o país está a minar os esforços internacionais em curso para isolar o regime de Kim Jong-Un.

  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.