sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 32 mil querem jantar nus em Londres

Jantar nu num restaurante é uma novidade que está a atrair milhares em Londres. "O primeiro restaurante nu de Londres" que oferece comida saudável às pessoas no seu "estado natural", dizem os responsáveis.

Restaurante de nudistas em Nova Iorque, em 2005.

Restaurante de nudistas em Nova Iorque, em 2005.

© Reuters Photographer / Reuters

Só abre em junho, mas as inscrições já ultrapassam as 32 mil e apenas 42 pessoas podem jantar de cada vez no Bunyadi, um restaurante em Londres mas cuja localização ainda é secreta.

À chegada ao restaurante, os clientes são convidados a tirar as roupas num vestiário e a vestir um robe. Que poderão tirar ou não durante a refeição.

Cada refeição custa 95 libras (120 euros) e é servida por empregados que estão semi-nus.

O cérebro por trás desta ideia, Sebastian Lyall, explica o conceito:

Número um: "A moda de comida saudável, comida limpa, comida nua. A nossa comida é produzida em casa. Os nossos talheres são comestíveis. Não temos nada feito de plástico, metal e não usamos eletricidade ou gás".

Número dois: "Libertação da tecnologia. Todos ficamos aborrecidos com as pessoas ao telemóvel enquanto comem. Por isso não se pode trazer qualquer tecnologia".

Número três: "Aqui entra a opção (de roupa). Estamos a criar uma atmosfera dentro do restaurante, se se sentir confortável, pode tirar o robe - que lhe damos à chegada".

Basta enviar um mail e aguardar, vestido, na longa fila de espera para uma vaga.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.