sicnot

Perfil

Mundo

Nome ameaçador de rede wi-fi aterroriza passageiros de voo da Qantas

O nome de um hotspot wi-fi fez atrasar em mais de duas horas um voo da Qantas Flight que ligava Melbourne e Perth, no fim de semana.

reuters

O aparelho da companhia australiana preparava-se para levantar voo, quando soaram os sinais de alerta: um dos passageiros identificou um hotspot wi-fi com o nome "Mobile Detonation Device" (Dispositivo de Detonação Móvel) e avisou a tripulação.

“O piloto disse-nos o nome da rede wi-fi suspeita e começou uma inquietação geral na cabine. Disse que não descolaria enquanto o hotspot ameaçador não fosse entregue”, contou um dos passageiros.

Ao fim de meia hora, ninguém se identificou nem entregou qualquer telemóvel. As autoridades avaliaram que o sinal wi-fi era bastante forte e que o dispositivo responsável poderia estar localizado no terminal de passageiros e não no avião.

Foi então dada ordem para descolar, mas alguns passageiros recusaram viajar e decidiram abandonar o avião. O voo acabou por atrasar-se ainda mais, uma vez que as bagagens destes passageiros tiveram de ser retiradas. O aparelho ficou parado na pista durante duas horas, mas acabou por descolar.

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, até ao final de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano vão ser contratados novos assistentes de bordo, mas o sindicato diz que não chega.

  • "Um ataque e uma humilhação contra o povo catalão"
    1:35