sicnot

Perfil

Mundo

Nome ameaçador de rede wi-fi aterroriza passageiros de voo da Qantas

O nome de um hotspot wi-fi fez atrasar em mais de duas horas um voo da Qantas Flight que ligava Melbourne e Perth, no fim de semana.

reuters

O aparelho da companhia australiana preparava-se para levantar voo, quando soaram os sinais de alerta: um dos passageiros identificou um hotspot wi-fi com o nome "Mobile Detonation Device" (Dispositivo de Detonação Móvel) e avisou a tripulação.

“O piloto disse-nos o nome da rede wi-fi suspeita e começou uma inquietação geral na cabine. Disse que não descolaria enquanto o hotspot ameaçador não fosse entregue”, contou um dos passageiros.

Ao fim de meia hora, ninguém se identificou nem entregou qualquer telemóvel. As autoridades avaliaram que o sinal wi-fi era bastante forte e que o dispositivo responsável poderia estar localizado no terminal de passageiros e não no avião.

Foi então dada ordem para descolar, mas alguns passageiros recusaram viajar e decidiram abandonar o avião. O voo acabou por atrasar-se ainda mais, uma vez que as bagagens destes passageiros tiveram de ser retiradas. O aparelho ficou parado na pista durante duas horas, mas acabou por descolar.

  • Capacetes Brancos agradecem Óscar para filme sobre a guerra na Síria
    1:34

    Óscares 2017

    O Óscar para melhor documentário curto foi atribuído a um filme sobre a guerra na Síria. "The White Helmets" retrata o trabalho dos Capacetes Brancos, uma equipa de voluntários que ajuda no salvamento e resgate de habitantes sírios atingidos pelo conflito no país. O Fundador dos Capacetes Brancos já veio fazer um agradecimento público pela atribuição deste galardão. Raed Saleh diz que é uma motivação para os voluntários que todos os dias arriscam a vida para salvar outras pessoas.

  • O primeiro eclipse solar do ano
    0:57
  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16