sicnot

Perfil

Mundo

Apple perde batalha legal sobre nome iPhone na China

A Apple perdeu uma batalha legal na China relativa ao nome iPhone. A Xintong Tiandi, marca chinesa que vende malas e capas de telemóvel, vai continuar a poder usar o nome iPhone.

Xintong Tiandi

O Tribunal Municipal de Pequim decidiu a favor da Xintong Tiandi, que vende produtos em pele com o termo iPhone. De acordo com o jornal Legal Daily, a Apple não terá registado devidamente a marca iPhone, pelo que o tribunal decidiu que a empresa chinesa "chegou primeiro" e declarou a utilização do termo para os seus produtos em pele.

O pedido original da Apple data de 2002, mas só em 2013 foi aprovado para a “Classe 9: aparelhos elétricos e científicos”. Quanto à Xintong Tiandi, terá pedido em 2007 o registo do termo para a “Classe 18: produtos em couro”, aceite em 2010.

O iPhone da Apple começou a ser vendido na China em 2009. As autoridades chinesas alegam, por isso, que a Apple não consegue provar que a marca tinha visibilidade antes da Xintong Tiandi entrar no mercado.

Após a decisão judicial, a empresa chinesa mostrou abertura para se tornar parceira da Apple.

  • Primo de Sócrates já foi notificado
    1:48
  • Santana Lopes espera mais diálogo com António Costa
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes espera que o primeiro-ministro dialogue mais com o novo líder do PSD do que o que tem dialogado com Passos Coelho. O candidato à liderança dos social-democratas criticou ainda Rui Rio por ainda não se ter mostrado disponível para um debate.

  • Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos
    0:37

    País

    Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos com assento parlamentar e não apenas com o Governo. As declarações do candidato à liderança do PSD surgiram em resposta a António Costa que, em entrevista, disse que acredita que a relação com os social-democratas vai melhorar com a nova liderança.

  • Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte

    País

    Morreu Pedro Rolo Duarte. O jornalista tinha 53 anos e não resistiu a um cancro. Pedro Rolo Duarte estava internado nos cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa. Trabalhou em imprensa, na rádio e na televisão.