sicnot

Perfil

Mundo

Atacantes matam 16 pessoas com catanas e machados na RD Congo

Atacantes armados com catanas e machados mataram pelo menos 16 pessoas de uma aldeia no instável leste da República Democrática do Congo, relataram hoje responsáveis das Nações Unidas e locais.

Arquivo

Arquivo

© Kenny Katombe / Reuters

O administrador local Bernard Amisi Kalonda disse que o ataque brutal ocorreu na noite de terça-feira na região de Beni, província de North Kivu, uma área onde ocorreram vários massacres, no passado.

"Entre as 20:00 e as 21:00 [mesma hora em Lisboa], o inimigo conseguiu passar o exército e matar pacíficos moradores nas suas casas, degolando-os", disse à agência France-Presse, descrevendo ter à sua frente os 16 corpos das pessoas, "assassinadas com catanas ou machados".

O responsável não conseguiu indicar se os atacantes eram rebeldes do Uganda, das Forças Democráticas Aliadas (ADF, na sigla original), que há muito estão presentes na região.

Esta região tem uma instabilidade crónica há duas décadas, devido à ação de grupos locais armados e outros que cometem violência por motivos étnicos, ou por conflitos sobre a posse de terras e da riqueza mineral local.

"Cerca das 20:00, ouvimos pessoas a gritar e o som de balas", relatou Adona Lesse, responsável da aldeia de Eringeti, acrescentando que continuam à procura de mais possíveis vítimas.

O general Jean Baillaud, comandante da missão das Nações Unidas na República Democrática do Congo (MONUSCO), disse haver 17 mortos,

Os rebeldes da ADF são acusados de realizar inúmeros ataques sangrentos a civis em Beni e na região vizinha de Ituri, que, de acordo com a ONU, já causaram mais de 500 mortos desde 2014.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.