sicnot

Perfil

Mundo

Cientistas descrevem buraco negro com 660 milhões de vezes a massa do Sol

Uma equipa internacional de cientistas descreve hoje um buraco negro que tem 660 milhões de vezes a massa do Sol e uma nuvem de gás que o circunda a 1,7 milhões de quilómetros por hora.

Ilustração do buraco negro com uma massa 12 mil milhões de vezes maior que a do Sol.

Ilustração do buraco negro com uma massa 12 mil milhões de vezes maior que a do Sol.

© NASA / Reuters

Liderados por Aaron J. Barth, da Universidade da Califórnia, os cientistas estudaram o buraco negro, que se encontra no centro de uma galáxia chamada NGC1332, a 73 milhões de anos-luz da Terra, com recurso ao Grande Conjunto Milimétrico/Submilimétrico de Atacama (ALMA, na sigla em inglês), o maior projeto astronómico do mundo.

O ALMA, um telescópio com 66 antenas localizado a cerca de 5.000 metros de altitude no Chile, permitiu aos cientistas medirem o buraco negro com uma precisão sem precedentes, pode ler-se num comunicado sobre o artigo, publicado hoje na revista Astrophysical Journal Letters.

Os buracos negros, os mais massivos dos quais estão normalmente nos centros das galáxias, são tão densos que a sua gravidade atrai tudo o que se encontre próximo, incluindo a luz, explicou Andrew J. Baker, da Universidade Rutgers, em Nova Jérsia, citado no comunicado.

Um buraco negro forma-se quando a matéria, muitas vezes após a explosão de uma estrela, se condensa pelo efeito da gravidade.

Os buracos negros supermassivos no centro de galáxias massivas brilham ao engolir gás, estrelas e outros buracos negros.

No entanto, explicou Baker, "só porque existe um buraco negro na vizinhança, não significa que funcione como um aspirador cósmico".

As estrelas podem aproximar-se de um buraco negro sem serem engolidas, desde que se mantenham em órbitas estáveis e se movam suficientemente depressa, acrescentou o investigador.

Os cientistas acreditam que todas as galáxias massivas têm um buraco negro a massivo no centro. "A ubiquidade dos buracos negros é um indicador da profunda influência que têm na formação das galáxias em que vivem", disse Baker.

Compreender a formação e evolução das galáxias é um dos maiores desafios da astrofísica moderna e para entender como as galáxias se formam e evoluem, é preciso entender os buracos negros, pois os crescimentos das galáxias e dos seus buracos negros estão coordenados, afirmou.

Para compreender os buracos negros, é importante medir a sua massa exata, o que permite aos cientistas saber se o buraco negro está a crescer mais ou menos depressa do que a sua galáxia.

Para medir o buraco negro no centro da NGC 1332, os cientistas utilizaram as observações de alta resolução captadas pelo ALMA de um disco gigante de monóxido de carbono que orbita o buraco e mediram também a sua velocidade.

"Este é um caso em que os novos instrumentos nos permitiram concretizar um avanço importante em termos do que podemos dizer cientificamente", disse Baker, sublinhando que a caracterização da massa dos buracos negros tem sido uma área de investigação muito ativa nos últimos 20 anos.

Os autores do estudo já apresentaram uma proposta para usar o ALMA para observar outros buracos negros.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.