sicnot

Perfil

Mundo

Encontrada mulher com vida sob os escombros do edifício que desabou em Nairobi

Encontrada mulher com vida sob os escombros do edifício que desabou em Nairobi

As equipas de resgate no Quénia encontraram uma mulher com vida, seis dias depois do colapso de um prédio na capital, Nairobi. A mulher ainda está presa sob os escombros. As equipas de busca continuam os trabalhos para a libertar. As autoridades atualizaram esta manhã o balanço. O número de mortos subiu para 33. Há ainda 80 pessoas desaparecidas.

  • Criança resgatada dos escombros do prédio que desabou sexta-feira em Nairobi
    0:47

    Mundo

    Uma criança de 1 ano e meio foi hoje resgatada dos escombros do prédio que desabou em Nairobi, na passada sexta-feira. Mais de 72 horas depois da derrocada, a criança foi encontrada pelas equipas de resgate com sinais de desidratação e foi levada para o hospital. Pelo menos 23 pessoas morreram e mais de 60 continuam desaparecidas na sequência do colapso de um prédio residencial, na capital do Quénia.

  • Colapso de prédio de seis andares no Quénia

    Mundo

    Um prédio de seis andares ruiu, em Nairobi, e há dezenas de residentes que ficaram soterrados de acordo com relatos da televisão queniana KTN, haverá pelo menos três mortos. As chuvas fortes e cheias que há vários dias atingem a capital do Quénia estão a ser apontados como as causas para que este edifício de apartamentos tenha ruido.

  • Pecado da gula ameaça maior anfíbio do mundo

    Mundo

    O maior anfíbio do mundo está em sério risco de extinção. Iguaria muito apreciada no Oriente, a salamandra-gigante-da-China já praticamente desapareceu do seu habitat natural, concluiu uma pesquisa realizada durante quatro anos. Em contraste, milhões de animais são reproduzidos em cativeiro e têm como destino restaurantes de luxo.

  • Gilberto Gil cancela atuação em Israel

    Cultura

    O músico brasileiro Gilberto Gil cancelou a atuação que tinha marcada para Telavive, em Israel, no dia 4 de julho, na sequência de protestos em Gaza durante os quais o exército daquele país matou 60 palestinianos.