sicnot

Perfil

Mundo

Mais duas mortes ligadas aos airbags da Takata na Malásia

Duas pessoas morreram na Malásia depois de airbags fabricados pela empresa japonesa Takata terem explodido, elevando para 13 o número total de mortes, anunciou a Honda.

© Toru Hanai / Reuters

A Takata tem tentado resolver o defeito nos seus sistemas de airbag que faz com que estilhaços de metal e plástico sejam projetados na direção do condutor e passageiros.

Esta falha tem sido apontada como responsável por graves ferimentos que, nalguns casos, foram fatais.

As mais recentes mortes aconteceram em abril no estado de Sabah, na parte malaia da ilha do Bornéu, e no estado de Kedah, em maio.

Num comunicado, a Honda Malásia confirmou que o sistema de enchimento do airbag da Takata "rompeu em dois acidentes em abril e maio, respetivamente, na Malásia".

"Ambos os acidentes resultaram nas trágicas mortes dos condutores", diz o comunicado, acrescentando que a causa de morte nos dois incidentes, ambos envolvendo carros Honda City, ainda não foi determinada.

O fabricante automóvel lembrou que emitiu uma ordem de chamada à revisão para os veículos Honda City em 2014 e 2015 para que o airbag frontal do condutor fosse substituído.

Cerca de 50 milhões de airbags da Takata foram chamados às oficinas em todo o mundo, incluindo cerca de 29 milhões nos Estados Unidos, onde, na quarta-feira, os reguladores disseram esperar que mais 35 a 40 milhões de airbags sejam adicionados à lista.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.