sicnot

Perfil

Mundo

Mulher desafia centenas de neonazis na Suécia

A fotografia de uma mulher com o punho erguido a desafiar uma marcha neonazi na Suécia tornou-se viral. A ativista disse aos media suecos que aquele ato foi um impulso e que estava chocada com a reações à fotografia.

David Lagerlöf

Durante uma manifestação do Movimento Nórdico da Resistência em Borlänge, na Suécia, realizou-se um contraprotesto, onde Tess Asplund pôde mostrar ao mundo a sua bravura.

Cerca de 300 pessoas participaram na marcha neonazi. Outros tantos juntaram-se ao contraprotesto.

A fotografia, tirada num momento de confronto, foi publicada pelo fotógrafo David Lagerlöf na sua conta do Twitter e a partir daí foi rapidamente partilhada pelos meios sociais, jornais e sites à volta do mundo.

Tess Asplund disse que seria ótimo se a fotografia fizesse com que as pessoas tomassem mais atenção à luta contra o racismo. Contudo, a mulher não quer ser um símbolo dessa luta.

No Twitter, as pessoas descrevem-na como "heroína" e "maravilhosa". Outros reconheceram a sua "coragem" e "inacreditável bravura". Até a conhecida autora J.K. Rolling partilhou a fotografia na sua conta do Twitter, onde enalteceu o ato da mulher.

Os Movimentos Neonazis têm crescido na Suécia e noutros países europeus, como um resultado da crise migratória. O Partido Democrático sueco de anti-imigração é a terceira maior força política do país.

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • "A Venezuela sofreu um Madurazo"
    0:32
  • "Leiam os meus lábios. Não!"
    0:12

    Mundo

    Vladimir Putin participou esta quinta-feira numa conferência, no Ártico. Questionado sobre se a Rússia tinha interferido nas últimas eleições dos Estados Unidos da América, o Presidente voltou a negar qualquer interferência, com uma frase que pensava pertencer a Ronald Reagan, mas que na verdade foi proferida por George Bush.

  • A provocação de Juncker a Trump
    0:40

    Mundo

    Jean-Claude Juncker lançou esta quinta-feira uma provocação a Donald Trump. No último dia do congresso do PPE, o presidente da Comissão Europeia disse que, se Trump incentivar outros países a sair da União Europeia, ele próprio vai apoiar a independência do Ohio e do Texas