sicnot

Perfil

Mundo

Realidade virtual ajuda a tratar a paranoia

Uma experiência com realidade virtual ajudou várias pessoas com mania da perseguição a ultrapassar esta psicose. Os cientistas britânicos esperam poder assim ajudar muitas pessoas que têm dificuldade em enfrentar situações do dia-a-dia.

As simulações ajudaram os 30 participantes na experiência a enfrentar os seus medos e a mostrar-lhes que as interações sociais que temiam são na realidade seguras.

O programa de computador "obrigava" os doentes a entrar em carruagens de metro ou elevadores com outras pessoas. A um grupo de 15 pessoas era dito para se comportarem com os habituais mecanismos de defesa, como o de evitar o contacto olhos nos olhos com os outros "passageiros". Os outros doentes eram encorajados a baixar as suas defesas e a aproximarem-se dos avatares.

Ao fim da experiência, as pessoas que enfrentaram os seus medos revelaram uma grande diminuição do nível de paranoia. Também no primeiro grupo se notou alguma redução.

"No âmago da paranoia existe a crença infundada de que a pessoa está sob ameaça", explicou à BBC o responsável pela investigação, Daniel Freeman do departamento de Psiquiatria da Universidade de Oxford. "Com a realidade virtual podemos ajudar as pessoas a reaprender que estão seguras e a paranoia acaba por se dissolver", afirmou.

Dados da Universidade de Oxford indicam que entre 1 a 2% da população mundial sofre de paranoia nalgum ponto das suas vidas, geralmente associada a esquizofrenia. Os doentes com esta doença mental têm uma forte desconfiança em relação às outras pessoas e muitas vezes acabam por se isolar em casa para evitar contactos sociais.

  • Brinquedos tecnológicos para oferecer no Natal
    5:33
  • Aniversário de Marcelo passado nas comemorações dos 700 anos da Marinha
    1:45

    País

    O Presidente da República defende que é preciso continuar a investir na Armada, nas pessoas, nas capacidades e no apoio de retaguarda. No dia em que fez 69 anos, Marcelo Rebelo de Sousa esteve nas comemorações dos 700 da Marinha, onde sublinhou os sete séculos de conquistas e de combates navais.

  • Costa anuncia reunião sobre neutralidade carbónica em fevereiro
    2:03

    País

    O Presidente francês defende que é preciso ir mais longe e mais rápido na luta contra as alteração climáticas, numa resposta à decisão de Donald Trump de retirar os EUA do Acordo de Paris. Em fevereiro, será a vez de Portugal organizar uma reunião sobre energia e transportes.