sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte reafirma poder nuclear em dia de Congresso do Partido

A Coreia do Norte afirmou hoje que reforçará a sua capacidade de dissuasão nuclear se os Estados Unidos mantiverem uma postura hostil, no dia em que o Partido dos Trabalhadores inicia o seu primeiro congresso em 36 anos.

FRANCK ROBICHON

O regime de Kim Jong-un acusou o Governo de Barack Obama de ter criado motivos para desencadear uma crise nuclear na península coreana, segundo um comunicado emitido pelo Comité para a Reunificação Pacífica da Coreia, o ministério encarregado das relações com a Coreia do Sul.

Este organismo reivindicou o estatuto de Pyongyang como potência atómica por ter desenvolvido com êxito uma bomba de hidrogénio, algo que especialistas estrangeiros duvidam que seja verdade.

O comunicado em que Pyongyang reafirma o seu poder nuclear surge horas antes do início do VII Congresso do Partido dos Trabalhadores, que não se realizava desde 1980.

O primeiro congresso em 36 anos do partido único da Coreia do Norte reúne na capital milhares de delegados, que formam, pelo menos em teoria, o principal órgão de decisão do país.

Kim, de 33 anos, que não era nascido quando decorreu o último congresso, deverá fazer um discurso que será minuciosamente escrutinado de modo a serem detetadas alterações políticas ou mudanças nos quadros da elite governamental.

Apesar de a agenda, e até mesmo a duração, do congresso ainda ser desconhecida, o seu principal objetivo é confirmar o estatuto de Kim Jong-un como herdeiro legítimo da dinastia Kim, no poder há quase sete décadas.

No congresso deve também ser confirmada como doutrina a política "byungjin" de Kim, de desenvolvimento de armas nucleares, juntamente com o desenvolvimento económico.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.