sicnot

Perfil

Mundo

Dono de uma confeitaria no Paquistão envenenou clientes para se vingar de irmão

O dono de uma confeitaria no Paquistão admitiu ter envenenado pelo menos 30 pessoas ao juntar pesticidas aos seus doces, numa tentativa de se vingar do irmão, anunciou hoje a polícia.

Doces tradicionais do Paquistão.

Doces tradicionais do Paquistão.

© Ajay Verma / Reuters

Khalid Mehmood confessou num tribunal do centro da província de Punjab ter comntaminado doces depois de uma discussão com o irmão mais velho Tariq, igualmente gerente da loja, que o "insultou e maltratou".

"Queria dar-lhe uma lição [...] Estava tão irritado que juntei os pesticidas engarrafados aos doces que estavam a ser feitos na altura," revelou Khalid Mehmood aos agentes policiais.

Os rebuçados envenenados foram comprados por um homem da localidade, que os ofereceu à família e aos amigos em celebração do nascimento do neto.

O pai da criança, seis tios e uma tia estão entre os 30 mortos, tal como cinco crianças. Quatro pessoas continuam hospitalizadas.

As autoridades disseram aos jornalistas dos meios de comunicação locais que 52 pessoas ingeriram os doces contaminados.

Os irmãos Mehmood e um funcionário da confeitaria foram detidos.

As autoridades inicialmente suspeitaram de uma contaminação acidental, já que uma loja de pesticidas ao lado da confeitaria, estava a ser renovada e os venenos estavam guardados na loja de doces.

O Paquistão tem poucas normas de segurança alimentar e as regras de higiene raramente são cumpridas.

Os irmãos Mehmood têm de comparecer de novo no tribunal no sábado, declarou o investigador policial Mohammad Afzal.

Lusa

  • Debate quinzenal com o primeiro-ministro

    País

    A situação económica e financeira foi o tema escolhido pelo Governo, mas a polémica da descida da Taxa Social Única dominará certamente a discussão na Assembleia da República. Veja aqui em direto e participe no Minuto a Minuto Parlamento Global/SIC.

    Direto

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.