sicnot

Perfil

Mundo

Fogo na província de Alberta fora de controlo desde domingo

Fogo na província de Alberta fora de controlo desde domingo

Continua sem controlo o incêndio florestal em Alberta, no Canadá. Cerca de 90 mil pessoas já abandonaram a zona e o Governo admite que tão cedo não vão poder regressar a casa. O fogo, que que deflagrou no domingo, queimou, até quinta-feira, 85 mil hectares de floresta.

  • Incêndio no Canadá já destruiu cerca de duas mil casas
    1:01

    Mundo

    O incêndio florestal em Fort McMurraym, no Canadá, continua fora de controlo. As chamas já destruíram cerca de duas mil casas na cidade no estado de Alberta e mais de 10 mil hectares de floresta. Todos os habitantes foram obrigados a sair das suas casas. Foi declarado o estado de Emergência em toda a província de Alberta.

  • Incêndio no Canadá pode reduzir cidade inteira a cinzas
    1:40

    Mundo

    Um incêndio em Fort McMurray, no Canadá, obrigou mais de 88 mil pessoas a abandonar as casas. Segundo as autoridades, o fogo poderá destruir a cidade inteira. As chamas estão a ser combatidas por centenas de bombeiros, com recurso a aviões e helicópteros. O perigo das chamas obrigou a ser decretado o estado de emergência.

  • "Miúdos de 5 e 6 anos a perguntar: a minha casa ardeu, o meu pai está queimado?"
    4:55
  • Presidente visita zonas afetadas pelos fogos
    2:00

    País

    Numa visita inesperada, o Presidente da República esteve esta manhã em Vouzela, um dos concelhos mais atingidos pelos incêndios. Marcelo Rebelo de Sousa vai estar nos próximos dias no distrito de Viseu.

  • "Viverei com o peso na consciência até ao último dia"
    3:00
  • A fotografia que está a correr (e a impressionar) o Mundo

    Mundo

    A fotografia de uma cadela a carregar, na boca, o cadáver calcinado da cria está a comover o mundo. Entre as muitas fotografias que mostram o cenário causado pelos incêndios que devastaram a Galiza nos últimos dias, esta está a causar especial impacto. O registo é do fotógrafo Salvador Sas, da agência EFE. A imagem pode impressionar os mais sensíveis.