sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro francês diz que Trump é um "mau homem"

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, qualificou hoje o multibilionário Donald Trump, único candidato à nomeação republicana para as eleições presidenciais nos Estados Unidos, como um "pequeno" e "mau homem".

Manuel Valls, primeiro-ministro francês

Manuel Valls, primeiro-ministro francês

© POOL New / Reuters

Valls falava numa entrevista ao canal de televisão Public Sénat que será transmitida hoje à noite, à qual a agência noticiosa francesa AFP teve acesso prévio.

"Olhe o que está a acontecer nos Estados Unidos, temos grandes desafios, mas ao mesmo tempo...", afirmou o primeiro-ministro francês antes de ser interrompido pelo entrevistador que sugere: "Pequenos homens?".

"Sim, sim, sim, sim. Pequenos homens", afirmou Valls.

Quando questionado pelo jornalista se Donald Trump é um pequeno homem, Manuel Valls respondeu de forma positiva.

"Sim, e provavelmente um mau homem", insistiu o primeiro-ministro francês.

Na entrevista, Valls afirmou que o populismo tem crescido ao mesmo tempo que as sociedades democráticas lutam para enfrentar os desafios da globalização e do terrorismo.

"E incluindo em França, deve ser recordado, não damos lições aos outros, também temos esse problema", reconheceu Valls, numa alusão aos resultados eleitorais conquistados pelo partido de extrema-direita Frente Nacional naquele país.

Manuel Valls já tinha anteriormente criticado Trump, atualmente o único candidato à nomeação presidencial pelo Partido Republicano, após a desistência do senador Ted Cruz e do governador John Kasich.

Em dezembro, o primeiro-ministro francês socialista criticou o multibilionário norte-americano e a sua sugestão de impedir o acesso de muçulmanos aos Estados Unidos, escrevendo na rede Twitter que Donald Trump alimentava ódios.

Lusa

  • A Verdade sobre a Mentira
    35:13
  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32