sicnot

Perfil

Mundo

Responsável egípcio acusa "Tom e Jerry" pelo aumento da violência

Um responsável governamental egípcio acusa os personagens de desenhos animados "Tom" e "Jerry" de serem responsáveis pela propagação de uma "cultura de violência".

A acusação do responsável pelo Serviço de Informação do Estado, próximo da Presidência, foi feita num fórum realizado esta semana no Cairo sobre violência. Salah Abdel-Sadek disse perante académicos, figuras públicas e representantes da comunicação social que são os jogos de vídeo e os desenhos animados os responsáveis pela violência.

As crianças veem o gato Tom e o rato Jerry "a bater e a rebentar explosivos e, nas suas mentes, acham que é normal", afirmou.

O Governo egípcio tem visto aumentar a contestação e tem de reforçar as medidas de segurança contra os manifestantes. Centenas de dissidentes políticos estão presos.

  • "É abusivo falar de fuga ao fisco"
    4:10

    Economia

    Dez mil milhões de euros é o valor de que se fala das transferências para contas offshore, que terão escapado à Autoridade Tributária. O número impressiona, mas é preciso notar que este dinheiro é capital que sai do país e o capital não está sujeito ao pagamento de imposto só porque sai do país. O fiscalista Tiago Caiado Guerreiro esteve no Jornal da Noite para dar mais explicações sobre o caso.