sicnot

Perfil

Mundo

Sadiq Khan é o primeiro muçulmano a liderar uma capital do mundo ocidental

Pela primeira vez, uma capital do Ocidente vai ter um muçulmano como presidente. Sadiq Khan foi hoje eleito mayor de Londres.

© Hannah Mckay / Reuters

O advogado do Partido Trabalhista obteve 44% dos votos, contra 35% do conservador Zac Goldsmith.

Filho de imigrantes paquistaneses, Saqid Khan, de 45 anos, sucede ao conservador Boris Johnson, que liderava a câmara londrina há oito anos.

  • Muçulmano pode ser mayor em Londres
    1:12

    Mundo

    No Reino Unido esta quinta-feira foi dia de eleições municipais e pela primeira vez, Londres poderá ter um mayor, muçulmano. O trabalhista é filho de um paquitanês condutor de autocarros. Sadik Khan deve fica 10 pontos à frente do candidato conservador. A campanha ficou marcada por acusações de antissemitismo.

  • Jorge Sampaio dá as boas-vindas a 54 estudantes sírios que chegaram esta madrugada a Lisboa
    0:30

    País

    O avião da Força Aérea Portuguesa vindo de Beirute aterrou no Aeroporto Militar Figo Maduro, em Lisboa, às 4h30. Estes estudantes vão, numa primeira fase, frequentar um curso intensivo de português. Depois serão integrados em universidades e politécnicos de Lisboa, no âmbito do programa de bolsas de estudo de emergência para estudantes sírios dirigido por Jorge Sampaio.

  • Carlos César promete reforço da transparência de titulares de cargos políticos
    2:13

    País

    O recém re-eleito presidente do PS apontou reforço da transparência de titulares de cargos políticos como uma das prioridades do partido, no discurso que fez esta mmanhã no congresso socialista. Enquanto isso, à porta do Centro de Exposições da Batalha, lesados do BES esperavam Costa e César para exigir o cumprimento de promessa.

  • "Acabámos com o mito de que é a direita que sabe governar as finanças públicas"
    2:15
  • Conselhos sobre as novas regras de proteção de dados 
    2:08
  • Protestos em Gaza vão continuar promete Hamas
    1:19

    Mundo

    Na fronteira da Faixa de Gaza com Israel, dezenas de palestinianos ficaram feridos noutra sexta-feira de protesto contra o bloqueio israelita. O Hamas que controla o território diz que as manifestações vão continuar apesar da repressão.

  • Jogo é a 3.000 km de Madrid mas em Santiago de Bernabéu está tudo a postos para a festa
    1:49
  • Restaurantes para grávidas, rooftops e uma viagem pelo Douro vinhateiro
    12:58