sicnot

Perfil

Mundo

Manifestação em frente ao parlamento grego acaba em confrontos com a polícia

Manifestação em frente ao parlamento grego acaba em confrontos com a polícia

A capital da Grécia volta a ser palco de protestos violentos, com mais de 10 mil pessoas nas ruas de Atenas, segundo a polícia. A manifestação que encheu a praça Sintagma, em frente ao Parlamento grego acabou com a polícia a lançar gás lacrimogéneo contra os manifestantes que, por sua vez lançaram cadeiras e todo o tidpo de objetos contra as forças de segurança.

Pelo terceiro dia consecutivo trabalhadores, estudantes e desempregados voltaram a encher a praça em frente ao parlamento grego que ainda hoje vota a polémica reforma das aposentações, exigida pelos credores internacionais para libertar mais uma tranche de ajuda financeira.

A proposta em cima da mesa implica aumentos das contribuições sociais, a subida de impostos para os mais ricos, novos tetos nas pensões dos gregos.

Para além de Atenas há ainda registo de protestos em Tessalónica onde pelo menos 14 mil pessoas sairam às ruas da segunda maior cidade grega.

  • Principais factos da acusação no caso BPN dados como provados

    País

    O coletivo de juízes responsável pelo julgamento do processo principal do caso BPN interrompeu perto das 13:00 a leitura do acórdão iniciada pelas 10:30. Os principais factos da acusação são dados como provados, mas a leitura deverá demorar algumas horas.

  • Papa pede a Trump para ser pacificador
    1:12
  • Supremo confirma condenação de Messi por fraude fiscal

    Desporto

    O Supremo Tribunal de Justiça espanhol confirma a condenação de Lionel Messi por fraude fiscal. A notícia foi avançada pelo El País. O jogador do Barcelona foi condenado a 21 meses de prisão por três crimes fiscais que lesaram o Estado em 4,1 milhões de euros.

  • Autódromo do Estoril está ilegal há 45 anos

    Desporto

    De acordo com o Público este equipamento desportivo, inaugurado na década de 70, não tem licença de construção nem de utilização. Uma notícia que apanhou de surpresa o executivo camarário de Cascais, liderado por Carlos Carreiras.

  • Seca na Bacia do Sado exige restrições ao uso da água no Alentejo

    País

    A Agência Portuguesa do Ambiente aprovou hoje um conjunto de medidas para gestão dos recursos hídricos, definindo medidas específicas para a bacia hidrográfica do Sado, a única que se encontra em situação de seca. Além da diminuição de regas em hortas e jardins, a APA recomenda o encerramento das fontes decorativas, a proibição de encher piscinas e de lavagem de automóveis.