sicnot

Perfil

Mundo

Emboscada em dia de eleições nas Filipinas faz 7 mortos

Sete pessoas foram mortas a tiro e uma outra ficou ferida hoje nas Filipinas na sequência de uma emboscada a uma coluna de viaturas, pouco antes da abertura das urnas para as eleições gerais no país, indicou a polícia.

reuters

Homens armados abriram fogo contra um jipe e dois motociclos antes do amanhecer na cidade de Rosario, a sul da capital filipina, Manila, informou o inspetor-chefe Jonathan del Rosario, citado pela agência AFP.

Desconhece-se o motivo do ataque. Contudo, o incidente teve lugar na província de Cavite, que foi identificada pelas autoridades eleitorais como uma "zona de preocupação" devido às rivalidades políticas, indicou del Rosario, porta-voz de uma 'task force' especial, incumbida de monitorizar a violência eleitoral.

Essa 'task force' indicou anteriormente que 15 pessoas morreram em incidentes relacionados com as eleições desde o início do ano.

Mais de 54 milhões de filipinos são chamados às urnas hoje para eleger o Presidente, senadores, governadores provinciais, autarcas e outras autoridades locais.

O novo chefe de Estado irá substituir Benigno Aquino (2010-2016) para um único mandato de seis anos e a cerimónia de posse terá lugar no dia 30 de junho.

  • Pagar IMI a prestações e um Documento Único Automóvel mais pequeno

    País

    O programa Simplex + 2017 é apresentado hoje à tarde e recebeu mais de 250 propostas de cidadãos ao longo dos últimos meses. As novas medidas preveem o pagamento em prestações do Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) e a criação de um simulador de custos da Justiça, que devem estar em vigor no próximo ano.

  • Depois do Fogo
    23:30
  • "A culpa morre sozinha?"
    0:41

    Opinião

    Luís Marques Mendes não acredita que o Ministério Público não formule uma acusação de homicídio por negligência e que não haja demissões na sequência do incêndio de Pedrógão Grande. O comentador da SIC debateu o tema este domingo no Jornal da Noite da SIC.

    Luís Marques Mendes

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • O último adeus a Miguel Beleza

    País

    O velório do economista e ex-ministro das Finanças realiza-se esta segunda-feira na Igreja do Campo Grande, em Lisboa, a partir das 18h00.

  • Trump quebra tradição da Casa Branca com 20 anos

    Mundo

    Donald Trump decidiu não fazer um jantar de celebração pelo fim do Ramadão, o mês em que os muçulmanos cumprem jejum entre o nascer e o pôr do sol. O Presidente dos Estados Unidos quebrou a tradição da Casa Branca, pela primeira vez em 20 anos.