sicnot

Perfil

Mundo

Fogo florestal em Alberta poupou 90% de Fort McMurray

O fogo florestal que graça na província canadiana de Alberta poupou 90% de Fort McMurray, disse a primeira-ministra provincial de Alberta, Rachel Notley, classificando a capacidade de retirada das pessoas da cidade como "um milagre".

© Chris Wattie / Reuters

A evacuação da cidade de Fort McMurray, em virtude dos enormes incêndios florestais, foi bem sucedida, sem se registar uma única vítima.

"Foi um milagre termos sido capazes de resgatar toda a população" de forma segura e atempadamente, disse Rachel Notley, depois da sua primeira visita à cidade, que está 90% intacta, mas ainda interdita aos seus habitantes.

Os grandes incêndios em Fort McMurray começaram no passado dia 01 de maio a sudoeste da cidade, tendo obrigado, dada a sua amplitude, à retirada de 100.000 habitantes da cidade.

No passado dia 03 de maio as autoridades canadianas emitiram um aviso de evacuação obrigatória da metade sul de Fort McMurray, no norte da província de Alberta, devido a um grande incêndio florestal, que chegou às habitações.

O incêndio estava a progredir rapidamente para o norte da cidade, e a evacuação das populações tornou-se obrigatória segundo o alerta dado na tarde do dia 03 de maio (22:00 de Lisboa) pelos serviços de emergência de Alberta.

No último domingo, os incêndios gigantescos foram dados como fora de controlo e duplicaram de dimensão perto de Fort McMurray, segundo o Governo.

Na ocasião o Governo mostrou-se preocupado com o impacto do fogo na economia, designadamente na indústria petrolífera.

O fogo, que duplicou de tamanho no passado sábado, terá consumido mais de 200 mil hectares até a meia-noite de domingo, indicou a agência de gestão de urgências de Alberta no seu relatório.

"As condições relacionadas ao fogo são extremas", referiu a agência, sobretudo por causa das temperaturas estão próximas dos 30º Celsius durante o dia, os ventos sopram a 40 quilómetros por hora e o terreno está seco, depois de dois meses sem chuva.

As repercussões económicas são enormes já que, segundo os especialistas, as empresas petrolíferas Suncor, a Syncrude e a Shell reduziram a sua produção diária de barris.

Mais de 1.400 bombeiros, 133 helicópteros e 27 camiões-cisterna combatem 43 fogos diferentes que atravessam a província canadiana de Alberta.

Lusa

  • Fogos no Canadá podem levar meses a ser extintos
    2:49

    Mundo

    Os bombeiros do Canadá acreditam que a melhoria do tempo vai ajudar no combate às chamas, na província de Alberta. As autoridades estão mais otimistas em relação às operações, mas lembram que poderão ser precisos meses para que o fogo seja extinto na totalidade.

  • Fogo na província de Alberta fora de controlo desde domingo
    1:53

    Mundo

    Continua sem controlo o incêndio florestal em Alberta, no Canadá. Cerca de 90 mil pessoas já abandonaram a zona e o Governo admite que tão cedo não vão poder regressar a casa. O fogo, que que deflagrou no domingo, queimou, até quinta-feira, 85 mil hectares de floresta.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.