sicnot

Perfil

Mundo

Líder da Coreia do Norte nomeado presidente do partido único no poder

O dirigente norte-coreano Kim Jong-un foi hoje nomeado presidente do Partido dos Trabalhadores da Coreia, partido único no poder.

reuters

O chefe de Estado da Coreia do Norte, Kim Yong-nam, cuja função é sobretudo protocolar, anunciou a decisão aos jornalistas estrangeiros convidados a assistir aos trabalhos do congresso do partido, o primeiro em 36 anos.

Kim Jong-un, de 33 anos, era até aqui primeiro secretário do partido, tendo sido nomeado durante o congresso para o cargo, criado especialmente para o líder norte-coreano.

O avô do atual líder, Kim Il-sung, foi nomeado "presidente eterno" do partido, quando o pai de Jong-un, Kim Jong-il, era secretário-geral do órgão de decisão mais importante do país.

Kim Jong-un presidiu à reunião política, que não se celebrava desde 1980, e na qual participaram quase 3.500 delegados.

No segundo dia do VII congresso, o líder proferiu um discurso de mais de três horas, no qual incluiu uma mensagem de conciliação dirigida à comunidade internacional e um plano económico de cinco anos.

O plano do líder prevê o desenvolvimento económico e o aumento da "força nuclear autodefensiva", de acordo com a agência noticiosa France Presse (AFP).

A Coreia do Norte abandonou o tratado de não-proliferação (NPT, sigla inglesa) em 2003, tendo sido o primeiro país signatário a fazê-lo.

Por altura do primeiro teste nuclear, em 2006, a Coreia do Norte garantiu que "nunca seria a primeira a usar armas nucleares", mas, desde então, tem feito repetidas ameaças de ataques nucleares preventivos contra a Coreia do Sul e os Estados Unidos.

As duas Coreias continuam tecnicamente em guerra, uma vez que o conflito de 1950-53 terminou com a assinatura de um armistício e não de um tratado de paz.

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.