sicnot

Perfil

Mundo

Operação para ficar mais alto é tendência crescente na Índia

Um número crescente de indianos sujeita-se a uma cirurgia complexa que envolve partir os ossos das pernas e usar um aparelho durante meses. Um sofrimento para se ficar maisl alto, em nome do "sucesso na carreira e no casamento".

Amara Sarin/The Guardian

É já uma tendência entre os jovens indianos com alguma prosperidade económica. Para ficarem mais altos, num país onde a altura é considerada um critério de atração, os jovens sujeitam-se à penosa cirurgia onde os ossos são partidos. Além do sofrimento físico, o problema é que esta é uma cirurgia não regulada na Índia, onde muitos médicos a fazer sem terem qualquer experiência.

"É uma das operações cosméticas mais difíceis de fazer e há médicos a fazê-la há apenas um ou dois meses. Não há cursos, treino, nada", alerta Amar Sarin, um ortopedista de Deli.

O médico começou a fazer esta cirurgia há 5 anos e diz já ter tratado 300 pacientes.

"É uma tendência crescente na Índia. Recebo 20 chamadas por dia com pessoas a dizerem-me: Quero ser mais alto, tenho de ser mais alto", conta ao jornal The Guardian,.

A cirurgia está a dividir a comunidade de ortopedistas na Índia, com muitos deles a alertarem para o facto de ser muito difícil de realizar, ao mesmo tempo que pode levar a deficiências que podem não ser reversíveis.

A operação foi criada nos anos 50, na pequena cidade sociética de Jrugan, Sibéria. Quem a realizou foi o polaco Gavriil Ilizarov, que sublinhou a necessidade desta cirurgia apenas para pessoas que tinham tido acidentes ou que teriam nascido com tanahos de pernas diferentes.

  • Os melhores do mundo pela FIFA da última década

    Desporto

    O português Cristiano Ronaldo e o argentino Lionel Messi têm repartido de forma igual os prémios de melhor jogador do mundo pela FIFA, na última década. Apesar destes dois nomes serem os mais falados, muitos outros jogadores foram nomeados para o prémio. Conheça a lista dos nomeados e dos vencedores desde 2007.

  • Tudo o que precisa saber sobre a moção de censura

    País

    O Governo minoritário do PS enfrenta na terça-feira a sua primeira moção de censura, a 29.ª em 43 anos de democracia, mas PCP, BE e PEV já anunciaram que vai "chumbar" a iniciativa do CDS-PP. Esta é a sétima moção de censura apresentada pelo CDS-PP e a 29.ª a ser discutida na Assembleia da República. Os três partidos de esquerda que têm apoiado o executivo, PCP, BE e PEV, já anunciaram que votam contra. Com os votos do PS, a moção é chumbada.

  • "Avançámos em primeiro lugar com incentivos às empresas"
    18:07

    Economia

    O ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, esteve na Edição da Noite da SIC Notícias para falar do que pode ser feito depois da tragédia dos incêndios que assolou o país na última semana. O governante diz que já avançou com incentivos às empresas afetadas e que neste momento o mais importante é preservar a segurança das pessoas.

    Entrevista SIC Notícias

  • Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado debates com as bases do PSD
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes lamenta que Rui Rio tenha recusado a realização de debates com as bases do partido. Fernando Negrão, responsável pela candidatura de Santana Lopes à presidência do PSD, já tinha advertido em comunicado que a posição de Rui Rio poderia também inviabilizar quaisquer outros frente a frente, incluindo os organizados pela comunicação social. Santana Lopes está na Guarda, no primeiro jantar com apoiantes desde que anunciou a candidatura.

  • Gémeas correm risco de vida se não saírem de Gaza

    Mundo

    Duas irmãs gémeas siamesas correm risco de vida enquanto permanecerem em Gaza. Quem diz é o médico Alam Abu Hamba, do Hospital de Shifra, que garante que "situação complicada" das meninas não pode ser tratada por médicos no território costeiro, atulamente bloqueado pelo Egito e por Israel. Abu Hamba espera que o casal de gémeas possa ser transferido para fora da separação.

  • Encontrado corpo de menina posta de castigo na rua pelo pai

    Mundo

    Sherin Mathews estava desaparecida desde o dia 7 de outubro. Este domingo a polícia do estado norte-americano do Texas encontrou o corpo de uma criança que acreditam ser a menina de três anos, desaparecida depois de o pai a colocar de castigo na rua, durante a madrugada.

    SIC