sicnot

Perfil

Mundo

Cameron promove cimeira contra corrupção com países "fantasticamente corruptos"

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, vai defender uma ação global contra a corrupção, durante uma cimeira quinta-feira, em que vão participar líderes da Nigéria e Afeganistão, países sobre os quais foi apanhado a qualificar como "fantasticamente corruptos".

© POOL New / Reuters

O Presidente nigeriano, Muhammadu Buhari, e o afegão Ashraf Ghani, são esperados na cimeira londrina, a par do Presidente colombiano, do secretário de Estado norte-americano, dos líderes do Banco Mundial e Fundo Monetário Internacional e de representantes de várias organizações não-governamentais.

Cameron descreveu a corrupção como "um inimigo do progresso e a raiz de muitos dos problemas do mundo" e previu que a cimeira, que ocorre em pleno escândalo provocado pela informação revelada pelos designados Documentos do Panamá, vai colocar o assunto no topo da agenda internacional.

Mas o chefe do governo britânico ficou embaraçado, hoje, quando foi gravado a dizer à rainha Isabel II que os líderes de alguns "países fantasticamente corruptos" iriam participar, citando a Nigéria e o Afeganistão como "possivelmente os mais corruptos".

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.