sicnot

Perfil

Mundo

Gémeos quíntuplos em sessão fotográfica

Uma mãe australiana publicou uma sessão fotográfica na qual mostra os seus gémeos quíntuplos, nascidos em janeiro. Os cinco - quatro meninas e um menino - foram concebidos de forma natural.

Erin Elizabeth

"50 dedos das mãos, 50 dedos dos pés, 6 corações a bater ao mesmo tempo. O meu corpo travou a mais difícil das lutas para trazer cinco bebés saudáveis", escreveu Kim Tucci, de 26 anos, residente em Perth, na Austrália, ao publicar as fotografias que ajudam a documentar os primeiros dias dos cinco bebés.

A hipótese de ter gémeos quíntuplos é de uma em 55 milhões.

Tucci engravidou de forma natural, sem recurso a quaisquer métodos de fertilidade. Criou a página de Facebook "Surpreendida por Cinco", onde foi registando os pormenores da gravidez.

Numa entrevista ao programa "60 Minutos", Tucci confessou ter sentido que o seu corpo estava a "desligar-se" durante a gravidez.

"Tudo o que fiz foi por eles", declarou.

A australiana conta que, no início, os médicos alertaram-na para os possíveis riscos de saúde que os bebés e ela própria enfrentariam, colocando a hipótese de manter apenas dois dos embriões. Tucci rejeitou a hipótese.

"Ninguém imaginou que eu conseguiria, e consegui", disse.

Os gémeos Tiffany, Penelope, Beatrix, Allie e Keith estão bem de saúde. Nasceram de cesariana, com uma equipa de 50 médicos e enfermeiros.

A família diz que gasta cerca de 350 fraldas por semana.

Tuddi e o marido têm já três filhos - um de 9, uma de 4 e outra de 2 anos.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.