sicnot

Perfil

Mundo

Irão anuncia compra de sistema antiaéreo russo S-300

A força antiaérea do Irão vai ser equipada pelo sistema russo S-300, anunciou hoje o ministro da Defesa iraniano, general Hassan Dehghan, citado pela agência Isna.

reuters

"Informo o nosso povo que estamos na posse do sistema estratégico S-300, ao serviço da nossa força antiaérea", disse o general Dehghan.

Parte do equipamento do sistema antimíssil S-300, de fabrico russo, nomeadamente os tubos para mísseis e os aparelhos de radar, foram exibidos publicamente no dia 17 de abril durante um desfile militar no sul de Teerão.

Os Estados Unidos e Israel já criticaram a Rússia pelo contrato com o Irão.

O sistema S-300 permite ao Irão reforçar a defesa antiaérea em caso de eventual ataque, nomeadamente contra as centrais nucleares iranianas.

O Irão e a Rússia concluíram em 2007 um contrato sobre o sistema S-300, mas, em 2010, Moscovo suspendeu a venda do equipamento na sequência da aplicação de uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas contra o programa nuclear iraniano.

Em 2015, depois do acordo internacional sobre o programa nuclear de Teerão, a Rússia voltou a autorizar a venda do sistema S-300.

Além dos dispositivos para as forças antiaéreas, Moscovo iniciou já os primeiros contactos para a a venda ao Irão de aviões de combate Sukhoi 30.

O general Dehgahan anunciou também o começo da produção, ainda este ano, do sistema antiaéreo iraniano Bavar 373, capaz de destruir mísseis cruzeiro, aparelhos não tripulados (drones), aviões de combate e mísseis balísticos.

  • Cágado tratado com implante impresso em 3D
    2:26
  • Patrões não aceitam alterações ao acordo de concertação social
    2:25

    Economia

    As confederações patronais foram esta sexta-feira ao Palácio de Belém dizer ao Presidente da República que não aceitam que o Parlamento faça alterações ao acordo de concertação social. Os patrões dizem ainda ter esperança que o Parlamento não chumbe o decreto-lei que reduz a TSU das empresas com salários mínimos.