sicnot

Perfil

Mundo

Podemos e Esquerda Unida formalizam candidatura conjunta às eleições em Espanha

O Podemos e a Esquerda Unida chegaram a um pré-acordo eleitoral para se apresentarem em conjunto às eleições gerais em Espanha, a 26 de junho. O entendimento chega depois de uma semana de negociações.

Pablo Iglesias, líder do Podemos, e Alberto Garzon, dirigente da Esquerda Unida.

Pablo Iglesias, líder do Podemos, e Alberto Garzon, dirigente da Esquerda Unida.

© Andrea Comas / Reuters (Arquivo)

O acordo, que deverá preservar os programas eleitorais de cada partido, estabelece 26 pontos de confluência e estipula a repartição de candidatos entre as duas forças políticas, com os dois partidos a esperarem obter juntos cerca de 85 lugares no Parlamento espanhol.

Depois de uma vitória insuficiente do Partido Popular nas eleições para constituir um Executivo e de meses de impasse que impediram a formação de um Governo, o Rei de Espanha convocou para 26 de junho novas eleições gerais.

  • "Até para o ano", a mensagem de Ronaldo para os adeptos do Real Madrid
  • Despenalização da eutanásia votada na terça-feira no Parlamento
    2:04
  • Há companhias aéreas a contratar. TAP é uma delas
    1:28

    Economia

    Com o crescimento do turismo, que continua a bater recordes, as companhias aéreas querem profissionais para reforçar as rotas com maior procura e oferecer novos destinos. Só a TAP prevê contratar mais 700 pessoas este ano para várias funções, incluindo 300 tripulantes de cabine e 170 pilotos.

  • O bombeiro herói que recebe 267 euros de pensão
    2:36
  • Funcionários dos EUA na Coreia do Norte para preparar cimeira
    2:19