sicnot

Perfil

Mundo

Sete adolescentes indonésios condenados por violação em grupo e homicídio

Sete adolescentes indonésios, com 16 e 17 anos, foram hoje condenados a 10 anos de prisão cada pela violação em grupo e homicídio de uma rapariga de 14 anos que provocou um debate nacional sobre a violência sexual.

© Benoit Tessier / Reuters

O crime aconteceu em abril, tendo a estudante sido atacada quando se dirigia para casa numa pequena aldeia na ilha de Sumatra.

O corpo maltratado da rapariga foi encontrado na floresta três dias depois do seu desaparecimento e foram detidas 12 pessoas.

Eko Hening Wardhono, do gabinete do procurador-geral, disse que a pena atribuída aos sete adolescentes "está de acordo" com o pedido da acusação, adiantando que a polícia está ainda a investigar os restantes cinco detidos.

Dois outros suspeitos continuam a ser procurados.

O crime chamou a atenção do país devido à divulgação nas redes sociais e dezenas de milhares assinaram petições 'on line'.

O caso levou ativistas a pedirem penas mais duras para os agressores sexuais e desencadeou protestos na capital da Indonésia, Jacarta. O presidente Joko Widodo apelou para uma melhor proteção das mulheres.

  • Militar ferido com gravidade em acidente com Pandur
    1:19

    País

    O acidente em Vila Real que envolveu uma viatura militar fez três feridos. Uma das vítimas ficou em estado grave e teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital Santo António do Porto. O militar ficou encarcerado no veículo blindado, o que dificultou os trabalhos de socorro.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".