sicnot

Perfil

Mundo

Alerta na Nova Zelândia devido a aumento da atividade do vulcão Ruapehu

As autoridades da Nova Zelândia elevaram hoje o nível de alerta de 01 para 02 perante o aumento da atividade do vulcão Ruapeju, utilizado como cenário na trilogia cinematográfica "O Senhor dos Anéis", situado na Ilha Norte.

Reuters

Os especialistas decretaram o 'Alerta Amarelo' para o trânsito aéreo e pediram aos montanhistas e caminheiros para que evitem a zona, até um novo aviso, segundo a emissora Rádio New Zeland.

Para além do aumento dos tremores de terra, cresceu também o volume de gás que emana do vulcão e a temperatura da água do lago criado na cratera do Ruapehu, situado a 2.797 metros de altitude, no centro da Ilha Norte da Nova Zelândia.

No entanto, o vulcanólogo Geoff Kilgour, da agência governamental neozelandesa GNS, indicou que a probabilidade do Ruapehu entrar em erupção é baixa.

Ruapehu é um estratovulcão formado pela sobreposição de material piroclástico que se acumula durante as erupções, localizado a 241 quilómetros de Wellington e que teve fortes erupções em 1895, 1945 e 1995/96, registando atividades menores entre estas datas.

O Ruapehu é um dos três vulcões do Tongariro World Heritage Park, parque nacional da Nova Zelândia, na Ilha Norte, conhecida pelo seu grande número de vulcões ainda ativos.

  • DIRETO: Portuguesa entre os 14 mortos dos atentados na Catalunha

    Ataque em Barcelona

    Uma das 13 vítimas mortais do atentado de ontem em Barcelona é portuguesa e há uma outra portuguesa desaparecida. Entretanto, uma pessoa morreu e cinco suspeitos foram abatidos num segundo ataque esta madrugada em Cambrils. As buscas centram-se num nome: Moussa Oukabir. Siga aqui as últimas informações, ao minuto.

    Em atualização

  • O momento em que os suspeitos foram abatidos em Cambrils
    2:35
  • Driss Oukabir: suspeito do atentado ou vítima de roubo de identidade?
    2:40

    Ataque em Barcelona

    Um dos dois suspeitos, do ataque nas Ramblas, detidos pela polícia foi inicialmente identificado como Driss Oukabir, um homem de 28 anos. Mais tarde, um homem com o mesmo nome apresentou-se numa esquadra em Girona, a mais de 100 quilómetros do local do atropelamento afirmando que lhe tinha sido roubada a identificação. De acordo com alguma imprensa espanhola, poderá ter sido o irmão, Moussa Oukabir, um jovem de 18 anos que vive em Barcelona, como explicou também Nuno Rogeiro, comentador da SIC.

  • "O abandono provoca incêndios desta dimensão"
    0:55

    País

    O antigo vereador da Câmara de Mação José Silva acredita que a desertificação do interior também é, em parte, responsável pelos incêndios. Segundo José Silva, Mação tem cada vez menos habitantes e é por essa razão que os terrenos são deixados ao abandono.

  • Mação perdeu 80% da área florestal
    3:39
  • Ágata candidata-se à Câmara de Castanheira de Pera
    3:42