sicnot

Perfil

Mundo

Dono de restaurante acusado de matar cliente com caril

O proprietário de um restaurante indiano no Reino Unido é acusado da morte de um cliente devido a um prato com caril. O cliente era alérgico a amendoim e morreu devido a uma reação anafilática.

Arquivo Reuters

Paul Wilson, 38 anos, tinha uma severa alergia ao amendoim. Comprou uma refeição takeaway no restaurante The Indian Garden em Easingwold, no Reino Unido, cuja tampa da embalagem dizia expressamente "sem frutos secos".O homem acabou por morrer com uma reação anafilática.

Após a sua morte, investigadores compraram uma refeição no mesmo takeaway e descobriram doses potencialmente letais de amendoim.

"Uma análise ao caril recuperado do prato da cozinha da casa de Paul Wilson demonstrou que o amendoim o matou. Menos de três gramas do molho de caril teriam sido suficientes para aumentar o nível de amendoim no estômago. Não há dúvida de que o caril que Wilson comeu - cuja tampa tinha a legenda 'sem frutos secos' - tinha amendoins, e estes amendoins causaram a sua morte devido a uma reação alérgica", declarou o procurador do Ministério Público Richard Wright.

De acordo com a acusação, o proprietário do restaurante The Indian Garden tinha substituído amêndoa em pó por uma mistura de frutos secos mais barata, para conter os custos do estabelecimento.

Mesmo depois da morte de Wilson, sustenta a acusação, o restaurante continuou a servir refeições com amendoim, assegurando aos clientes serem "sem frutos secos", aptas a pessoas com alergia aos mesmos.

O proprietário do restaurante, Mohammed Zaman, 53 anos. estaria desesperadamente a tentar cortar os custos. Em 2013, terá contacto um dos seus fornecedores solicitando a substituição de amêndoa em pó por frutos secos em pó, a metade do preço.

Zaman declarou-se, porém, inocente de falsear a descrição dos infredientes das refeições e de violar as regulamentações da União Europeia sobre segurança alimentar. O julgamento deverá ainda durar algumas semanas.

  • "Temos de jogar melhor do que frente à Espanha"
    0:45
  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • Os momentos que marcaram o 6.º dia de Mundial
    0:58
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11

    Mundo

    A nova política de imigração de Donald Trump está a suscitar reações indignadas. Na fronteira com o México, as crianças refugiadas estão a ser retiradas à força aos pais e levadas para centros de acolhimento. Esta terça-feira, foi divulgado um registo áudio de uma criança a suplicar pelos pais a um dos agentes da polícia fronteiriça.

  • Protecionismo de Trump abala Wall Street

    Economia

    Abalada pela exacerbação das disputas comerciais entre os EUA e a China, a bolsa nova-iorquina encerrou esta terça-feira em baixa, com o seletivo Dow Jones a fechar em queda pela sexta sessão consecutiva.