sicnot

Perfil

Mundo

Duplo atentado em Bagdade faz pelo menos 82 mortos

Pelo menos 18 pessoas morreram hoje num atentado em Bagdad, algumas horas depois de um ataque particularmente mortífero na capital do Iraque que fez 64 mortos, afirmou uma fonte da polícia iraquiana.

© Wissm Al-Okili / Reuters

O último ataque envolveu carros armadilhados e foi perpetrado nos bairros de Kazimiyah (de maioria xiita e na zona norte de Bagdad) e de Jamea (de maioria sunita e na zona oeste de Bagdad), indicou a mesma fonte.

Pelo menos 41 pessoas ficaram feridas neste último atentado.

O ataque em Kazimiyah foi realizado por um suicida que se fez explodir num carro armadilhado e foi o mais mortífero, com 12 vítimas mortais e 23 feridos.

Em Jamea, um carro armadilhado que estava estacionado neste bairro explodiu, provocando seis mortos e 18 feridos.

Horas antes deste atentado, um ataque reivindicado pelo Daesh matou 64 pessoas num mercado do bairro xiita de Sadr City, no norte de Bagdad.

Segundo a polícia iraquiana, este ataque também fez 87 feridos e provocou danos em vários edifícios de habitação e automóveis.

O bairro de Sadr City é onde se concentram muitos dos apoiantes do clérigo radical xiita Moqtada al-Sadr, que nos últimos meses liderou um movimento de protesto contra o Governo de Bagdad.

O Daesh, sunita, visa frequentemente os xiitas, que constituem a maioria da população iraquiana.

Com Lusa

  • "Não dá mais, Brasil!" Um excerto da Reportagem Especial de hoje
    1:58
  • SIC lança conteúdos na Amazon Prime Video

    Economia

    A SIC torna-se num dos primeiros canais portugueses a disponibilizar conteúdos na Amazon Prime Video através do serviço Amazon Video Direct. Através do Prime Video, é possível aceder a conteúdos da estação, como "Jose Mourinho - O Melhor Treinador do Mundo" e "Jorge Mendes - O Super Agente".

  • O momento em que um polícia salva uma criança que caiu do 3º andar
    0:56

    Mundo

    Três polícias egípcios conseguiram salvar um rapaz de 5 anos que caiu da varanda do terceiro andar de um prédio na província de Assiut, a sul do Cairo. O Ministério do Interior do Egito divulgou as imagens e os nomes dos agentes, distinguindo em especial o homem que conseguiu amparar a criança no momento da queda.