sicnot

Perfil

Mundo

Vida em El Salvador pode estar em risco em 80 anos devido à falta de água

A vida em El Salvador poderá ser inviável daqui a 80 anos devido à crise hídrica, que recentemente levou o governo a declarar o estado de emergência nacional, conclui um estudo realizado pelo Instituto de Defesa dos Direitos Humanos (PDDH) divulgado esta quarta-feira.

Reuters

Reuters

REUTERS

"De acordo com as análises científicas realizadas por diferentes organizações internacionais analisadas neste estudo, se seguirmos esta lógica de deterioração e degradação dos ativos de água em El Salvador, em 80 anos a vida será inviável no país", disse David Morales do PDDH.

O provedor de Justiça de El Salvador disse que o estudo dá conta de que, em 80 anos, "a disponibilidade per capita de água" será reduzida em 83% no país, onde cerca de 600.000 famílias em áreas rurais já não têm acesso a água potável.

O estudo mostra ainda que em 2016 "bateram-se recordes históricos" quanto ao declínio dos caudais dos principais rios.

E acrescenta que neste país da América Central há uma "poluição legal" da água - derrame de águas residuais em rios que afetam pelo menos 89% da água de superfície.

No dia 14 de abril, o governo salvadorenho declarou o estado de emergência nacional devido à escassez de água, principalmente na área central, e disponibilizou à Administração Nacional Autónoma de Aquedutos e Esgotos (ANDA) 3,5 milhões de dólares (3,1 milhões de euros) para construção de quatro novos poços.

Lusa

  • Suécia conquista primeira vitória no Mundial frente à República da Coreia (1-0)

    Mundial 2018 / Suécia

    Depois de uma ausência de 12 anos nos campeonatos do mundo, a Suécia volta e começa a ganhar. Um penálti de Andreas Granqvist aos 65 minutos garantiu a vitória frente à República da Coreia na fase de grupos do Mundial. As equipas jogam pelo grupo F, onde também estão a Alemanha e o México. Veja aqui o golo e os lances da partida.

  • Combate ao terrorismo e corrupção são prioridades do novo diretor da PJ
    2:42

    País

    O novo diretor da Polícia Judiciária diz que o combate ao terrorismo e à corrupção estão entre as maiores prioridades para a PJ. Mas alerta que são precisos meios para cumprir essa missão. Luís Neves tomou posse esta manhã, depois de 20 anos ligados à investigação do crime mais violento.

  • Três mortos e mais de 200 feridos do sismo no Japão
    1:07

    Mundo

    Pelo menos três pessoas morreram e mais de 200 ficaram feridas na sequência de um sismo de magnitude 6,1 na escala de Richter que atingiu hoje a região oeste do Japão, segundo um novo balanço das autoridades nipónicas. Uma das vítimas mortais era uma criança de 9 anos.