sicnot

Perfil

Mundo

Papa quer criar comissão sobre abertura de diaconado às mulheres

O Papa Francisco anunciou hoje a intenção de criar uma comissão para estudar a possibilidade de as mulheres acederem ao diaconado, podendo substituir os padres em alguns sacramentos, como o batismo.

© Alessandro Bianchi / Reuters

Perante várias centenas de religiosas, o Papa respondeu afirmativamente a uma que perguntou se não era altura de criar uma comissão para estudar esta questão, de acordo com as agências noticiosas italianas.

"Penso que sim, fazia bem à Igreja esclarecer este ponto. Concordo. Falarei para que se faça qualquer coisa desse género", declarou Jorge Bergoglio, questionado por uma das religiosas sobre a possibilidade de criar uma comissão para estudar a possibilidade de abrir o diaconado às mulheres, de acordo com as agências noticiosas italianas.

Francisco falava perante cerca de 900 superioras gerais de vários institutos e congregações religiosas, durante um encontro realizado no Vaticano.

Questionado pela agência noticiosa France Presse, o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, recusou confirmar a informação e disse aguardar por um esclarecimento das declarações do Papa.

Na Igreja Católica, os diáconos podem celebrar batismos, casamentos e funerais. Apenas os padres podem celebrar missa ou confessar fiéis.

O diaconado é a primeira etapa para o sacerdócio, mas o Concílio Vaticano II restabeleceu o diaconado permanente, acessível a homens casados, que assumem algumas funções quando não há padres ou são seus assistentes.

O Papa Francisco referiu, em várias ocasiões, a sua vontade de resolver a desigualdade existente atualmente entre homens e mulheres na Igreja, mas até agora tomou poucas medidas concretas.

Recentemente, o Papa afirmou ser pouco possível que as mulheres acedam ao sacerdócio e explicou que o seu antecessor João Paulo II examinou longamente esta proposta antes de responder negativamente.

Lusa

  • Palestina anuncia congelamento total das relações com Israel

    Mundo

    O Presidente palestiniano, Mahmoud Abbas, anunciou hoje o "congelamento de relações" com Israel "a todos os níveis", quando cresce a tensão entre as partes devido ao reforço de segurança promovido pelos israelitas na Esplanada das Mesquitas, em Jerusalém.

  • Cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se em Lisboa
    3:55

    Economia

    Perto de cinco mil trabalhadores da PT manifestaram-se esta sexta-feira, em Lisboa. Os números são avançados pelos sindicatos. Os trabalhadores contestam a transferência de funcionários para empresas parceiras da Altice e outras empresas do grupo, sem as mesmas garantias e direitos. A Altice garante que as transferências são legais mas alguns funcionários já levaram o caso a tribunal.

  • Uma viagem aérea pela Lagoa Negra
    1:02
  • Videovigilância regista impacto de sismo na Grécia

    Mundo

    Um sismo de magnitude 6.7 atingiu na quinta-feira o mar Egeu e causou pelo menos dois mortos e mais de 200 feridos. O momento e o impacto causado pelo abalo foram registados através de uma câmara de videovigilância de um café, na ilha grega de Kos, um dos locais mais afetados.

  • A sátira a Sean Spicer no Saturday Night Live
    1:36

    Mundo

    O estilo de Sean Spicer foi controverso desde o início. A relação conflituosa do ex-assessor da Casa Branca com os jornalistas foi muitas vezes satirizada na comunicação social. Um exemplo é um momento do Saturday Night Live, protagonizado pela atriz Meliissa McCarthy.

  • Músico indiano toca guitarra durante cirurgia ao cérebro

    Mundo

    Abhishek Prasad foi submetido a uma cirurgia ao cérebro esta quinta-feira, num hospital na cidade indiana de Bangalore, após anos e anos a sofrer de dolorosos espasmos nas mãos. O insólito do caso foi que o músico indiano teve de tocar guitarra para ajudar os médicos durante a intervenção cirúrgica.