sicnot

Perfil

Mundo

Comandante do Hezbollah morre em "grande explosão" em Damasco

Mustafa Badreddine, comandante militar do Hezbollah, cuja morte foi hoje anunciada, morreu na sequência de uma "grande explosão" perto do aeroporto de Damasco, declarou o movimento xiita libanês num novo comunicado.

© Bassam Khabieh / Reuters

"As informações recolhidas no decurso de uma investigação preliminar relevam que uma grande explosão visou uma das nossas posições perto do aeroporto internacional de Damasco, matando o comandante irmão Mustafa Badreddine e ferindo outras pessoas", indicou o movimento que combate os rebeldes na Síria, ao lado das tropas do regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad.

Um comunicado anteriormente divulgado pelo Hezbollah, dando conta da morte daquele que é considerado um dos seus principais chefes militares, indicava que Badreddine havia sido morto perto da fronteira sírio-libanesa na sequência de um ataque aéreo israelita.

Badredine, que participou na maioria das "operações de resistência islâmica desde 1982", foi considerado, pelo Tribunal Especial para o Líbano, criado em 2007 por decisão do Conselho de Segurança da ONU, um dos cinco mentores e executores do assassínio do ex-primeiro-ministro libanês Rafic Hariri, em 2005.

Lusa

  • Francês detido em Antuérpia "queria matar"

    Mundo

    O Presidente de França François Hollande afirmou que o francês detido esta quinta-feira por conduzir um automóvel a grande velocidade na principal rua pedonal de Antuérpia, na Bélgica, "queria matar" ou "provocar um acontecimento dramático".

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa para receber dois beijos. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Letizia, uma rainha da nova geração
    2:01