sicnot

Perfil

Mundo

Incêndio perto de Madrid obriga à evacuação de povoação

As autoridades da região espanhola de Castela-Mancha decidiram evacuar uma povoação em Toledo, na sequência de um incêndio que hoje deflagrou num depósito de pneus usados, perto de Madrid, que provocou uma densa nuvem de fumo negro tóxico.

© Sergio Perez / Reuters

Segundo o governo regional de Castela-Mancha (centro de Espanha), a medida foi tomada para evitar qualquer risco para a saúde dos habitantes da povoação de El Quiñon de Seseña.

A decisão de evacuar esta localidade surgiu depois da divulgação de previsões meteorológicas que indicavam que a nuvem de fumo tóxico estava a mudar de direção e que podia atingir a povoação.

Entre 70 a 80% dos moradores terão abandonado o local pelos próprios meios e as autoridades vão retirar as cerca de 1.000 pessoas que ainda permanecem naquela zona.

Para os desalojados, as autoridades locais disponibilizaram 600 camas em três centros desportivos a norte da cidade de Toledo, estando previsto um reforço de meios caso seja necessário.

O alerta de incêndio neste depósito de pneus usados a cerca de 50 quilómetros de Madrid, considerado pela imprensa como o maior de Espanha, foi dado às 01:20 (00:20 em Lisboa).

Este depósito surgiu na década de 1990 e nunca mais parou de crescer. Em 2003 foi declarado ilegal, mas até hoje não foi encontrada qualquer solução para remover os pneus acumulados em cerca de dez hectares, o equivalente a 14 campos de futebol.

Os ecologistas denunciam há anos os riscos de poluição deste depósito.

Lusa

  • Incêndio perto Madrid causa densa nuvem tóxica
    1:15

    Mundo

    Toneladas de borracha estão a arder num depósito de pneus numa cidade nos arredores de Madrid, em Espanha. O Governo já elevou o nível de alerta ambiental na região por causa da densa nuvem tóxica. As autoridades locais fecharam as escolas e aconselham a população a permanecer dentro dos edifícios. Segundo a polícia espanhola que está a investigar as causas e responsabilidade, foi fogo posto. O incêndio começou durante a madrugada do dia de hoje.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Trabalhadores da saúde iniciam greve nacional

    País

    Trabalhadores da saúde estão esta sexta-feira a cumprir uma greve a nível nacional para reivindicar a admissão de novos profissionais, exigir a criação de carreiras e a aplicação das 35 horas semanais a todos os funcionários do setor.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Juiz brasileiro morto em acidente aéreo investigava corrupção na Petrobras
    1:28
  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.