sicnot

Perfil

Mundo

"Meninos solares" paquistaneses, vítimas de doença desconhecida, reagem a tratamento

Dois irmãos paquistaneses, conhecidos como os "meninos solares" porque ficam paralisados quando o sol se põe devido a uma doença desconhecida, começaram a recuperar a mobilidade à noite graças a um tratamento com neurotransmissores, informou hoje a agência EFE.

B.K. Bangash / AP

"Faz dois dias que, pela primeira vez em 13 anos, os meus filhos se mexeram durante a noite", revelou o pai dos meninos, Mohamed Hashim, que acrescentou ter "chorado de alegria".

"Subiram as escadas e beberam sozinhos", descreveu.

O diretor-adjunto do Instituto de Ciências Médicas do Paquistão, Javed Akram, disse que o tratamento com neurotransmissores está a revelar-se um êxito mas que os médicos continuam a estudar a doença.

Os irmãos Shoaib Ahmed e Abdul Rasheed, de 9 e 13 anos de idade, vão ser hoje submetidos a estudos genéticos do ADN em Lahore (leste do Paquistão), depois de terem já realizado mais de 300 outros exames médicos.

"O uso de neurotransmissores foi um passo em frente. Agora esperamos que as análises do ADN nos deem mais informações acerca da doença e novas metodologias para a combater", adiantou Javed Akram.

O caso tem desconcertado os médicos paquistaneses que acreditam tratar-se de uma doença genética provavelmente devida ao facto de os pais serem primos.

"Estamos a explorar a genética da família, do pai, da mãe, do filho de um ano, também afetado, das irmãs, que não têm sintomas, e de familiares próximos, bem como circunstâncias ambientais como a água e o solo da povoação onde vivem", afirmou Javed Akram.

Os irmãos, que visitaram a capital do Paquistão, Islamabad, na quinta-feira, receberam a visita do presidente do país, Mamnoon Hussain, que lhes deu presentes, desejou rápida recuperação e pediu às autoridades sanitárias que façam os possíveis para identificar a doença desconhecida.

Lusa

  • Primeiro-ministro holandês liga a Costa para explicar palavras de Dijsselbloem
    2:23

    País

    António Costa pediu que Djisselbloem desaparecesse da Presidência do Eurogrupo. Após esta tomada de posição, o primeiro-ministro holandês ligou para Costa na semana passada a dar explicações. Contudo, o primeiro-ministro português não recua e volta a dizer que Dijsselbloem não tem condições para continuar, na sequência das declarações sobre copos e mulheres. Os eurodeputados do Partido Popular Europeu reforçaram também esta terça-feira o pedido de demissão.

  • Surto de hepatite A em Portugal
    2:45

    País

    Há um surto de hepatite A em Portugal. Desde janeiro, 105 pessoas foram diagnosticadas na região de Lisboa e Vale do Tejo, um número superior aos casos contabilizados em todo o país nos últimos 40 anos. O surto terá começado na Holanda e está a atingir quase toda a Europa.

  • Abertura da lagoa de Santo André atrai surfistas e bodyboarders
    4:15
  • Novo vídeo do Daesh mostra crianças a treinar para matar
    3:35
  • Kennedy acreditava que Hitler estava vivo

    Mundo

    Um diário de John F. Kennedy vai a leilão em Boston, nos Estados Unidos da América. O diário foi escrito durante a sua breve carreira como jornalista, depois da 2.ª Guerra Mundial. No livro, foram expostas algumas teorias do antigo Presidente norte-americano, como a possibilidade de Hitler estar vivo.

    Ana Rute Carvalho

  • Trump propõe cortes orçamentais para pagar muro

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos está a propor cortes de milhões de dólares no orçamento para que os contribuintes norte-americanos, e não o México, paguem o muro a construir na fronteira entre os dois países.

  • Tecnologia permite a tetraplégico mexer mão e braço

    Mundo

    Um homem que ficou tetraplégico num acidente voltou a mover-se com a ajuda da tecnologia e apenas usando o pensamento, num projeto de investigadores dos Estados Unidos divulgado esta terça-feira na revista especializada em medicina The Lancet.