sicnot

Perfil

Mundo

Pistola usada para matar jovem negro desarmado nos EUA vale milhões num leilão

A pistola usada por um vigilante de bairro para matar um adolescente negro desarmado nos Estados Unidos em 2012 atingiu hoje o valor de mais de 53 milhões de dólares (46,6 milhões de euros) num leilão na Internet.

© POOL New / Reuters

Em menos de 24 horas, mais de 9.000 ofertas foram feitas após o lançamento do leilão com um preço de partida de 5.000 dólares (cerca de 4.400 euros), já acima do preço de mercado de uma arma em segunda mão.

Às 05:10 (10:00 em Lisboa), o leilão atingiu um valor superior a 53 milhões de dólares, mas é difícil verificar a seriedade das ofertas, porque alguns participantes utilizam pseudónimos e cobrem os seus próprios lances. O leilão ainda vai durar cinco dias.

George Zimmerman, antigo vigilante de bairro na Florida, abateu a 26 de fevereiro de 2012 Trayvon Martin, um adolescente negro de 17 anos que estava desarmado.

Em 2013, a justiça aceitou a tese de legítima defesa e absolveu Zimmerman. A família e amigos de Trayvon Martin afirmaram tratar-se de um crime racista.

No anúncio do leilão, Zimmerman apresenta a pistola, uma Kel-Tec PF-9 de nove milímetros, como "a arma utilizada para defender (a sua) vida e acabar com a agressão brutal de Trayvon Martin".

É uma "ocasião para adquirir um pedaço da história dos Estados Unidos", adianta dirigindo-se aos potenciais compradores.

"Tenho o orgulho de anunciar que uma parte do lucro da venda da pistola será usado para combater a violência do BLM (Black Lives Matter) contra os agentes da autoridade", disse.

O movimento antirracista Black Lives Matter desenvolveu-se após vários jovens negros terem sido mortos em todo o país, muitas vezes por polícias que não foram processados.

Lusa

  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.