sicnot

Perfil

Mundo

Centros de refugiados na Alemanha registaram 45 incêndios desde janeiro

O número de incêndios criminosos contra centros de refugiados na Alemanha aumentou significativamente desde o início do ano, tendo atingido já os 45, indicou hoje o diretor da Polícia Criminal (BKA) alemã, Holger Munch.

Abrigo para refugiados no antigo aeroporto de Berlim Tempelhof.

Abrigo para refugiados no antigo aeroporto de Berlim Tempelhof.

© Fabrizio Bensch / Reuters

"O que nos inquieta em particular é a amplitude da violência", sublinhou Munch, lembrando que, em 2015, ano em que chegaram cerca de 1,1 milhões de migrantes à Alemanha, foram registados 92 incêndios de origem criminosa nos campos onde se encontram instalados os que querem pedir asilo.

Em 2014, acrescentou, foram registados seis incêndios.

"Os autores destes atos criminosos são, na maioria, homens e cerca de 80% vivem próximo do local em que os incêndios e a violência são provocados", sublinhou Munch.

O diretor do BKA assegurou, porém, não ter qualquer conhecimento de quaisquer ligações dos incêndios a movimentos de extrema-direita, regionais ou supra-regionais.

Munch salientou, no entanto, o aumento da violência verbal na Internet, que pode constituir um "trampolim" para se passar das palavras aos atos.

Na Alemanha, vários dos principais jornais locais, como, por exemplo, a edição "online" do Der Spiegel, encerraram os fóruns de discussão sobre temas ligados ao afluxo de refugiados devido às inúmeras injúrias escritas por internautas.

Com a chegada de um grande número de refugiados que fufiram da guerra e da miséria, a Alemanha assiste a um aumento significativo de atos de violência cometidos contra os migrantes, tendo como pano de fundo a subida nas sondagens da direita e da extrema-direita, ambas defensoras de políticas anti-migração.

Vários incêndios ou manifestações racistas chocaram a Alemanha em 2015, atos cometidos sobretudo em várias regiões da antiga Alemanha do Leste.

A polícia alemã não adiantou números sobre se se registaram mortos e feridos.

Lusa

  • Cristas acusa Costa de mentir sobre acordo da concertação social
    3:01

    Economia

    A presidente do CDS acusou esta terça-feira o primeiro-ministro de mentir no debate quinzenal, ao dizer que o acordo da concertação social já estava assinado. Foi o momento mais aceso, com Assunção Cristas a dizer que António Costa não tem condições para chefiar o Governo.

  • Trump prestará juramento com a duas bíblias

    Mundo

    Donald Trump prestará juramento, na próxima sexta-feira, como o 45.º Presidente dos Estados Unidos, usando duas Bíblias - a sua, oferecida pela sua mãe, e a que Abraham Lincoln usou na sua posse, há 150 anos.

  • Medalha idêntica à de Anne Frank encontrada em campo nazi

    Mundo

    Um grupo de investigadores encontrou uma medalha praticamente igual à de Anne Frank, nas escavações ao campo nazi de extermínio Sobibor, na Polónia. Os especialistas do Memorial do Holocausto Yad Vashem em Israel acreditam que a medalha pertencia a Karoline Cohn, que pode ter conhecido Anne Frank.

  • Esta foto pode salvar a sua vida

    Mundo

    Podemos até estar familiarizados com os sinais do cancro da mama, mas quando se trata de identificar sintomas visuais nos nossos próprios seios, já não é tão fácil. Por isto, uma designer resolveu mostrar como descobrir sinais através de uma ajuda improvável: limões.

    Rita Ferro Alvim