sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Norte diz que visita de Obama a Hiroshima é o "cúmulo da hipocrisia"

A Coreia do Norte considerou hoje "o cúmulo da hipocrisia" a próxima visita do presidente norte-americano, Barack Obama, à cidade japonesa de Hiroshima, onde os EUA lançaram a bomba atómica em 1945.

reuters

Na edição de hoje do jornal Rodong Sinmun, o diário oficial do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte, o regime de Kim Jong-un afirma que os Estados Unidos são um "criminoso nuclear" e que essa é a sua "verdadeira natureza", informou a agência japonesa Kyodo.

Esta foi a primeira reação de Pyongyang à visita do presidente norte-americano a Hiroshima, que está prevista para 27 de maio, após participar na cimeira do G7 no Japão.

O artigo do Rodong Sinmun acusa também Washington de "ameaçar" Pyongyang com o seu arsenal atómico para conseguir o desarmamento nuclear do regime norte-coreano.

A Coreia do Norte enfrenta atualmente duras sanções económicas impostas pelas Nações Unidas após realizar um ensaio nuclear em janeiro.

Durante o VII Congresso do Partido dos Trabalhadores da Coreia, uma reunião histórica esta semana, Kim Jong-un afirmou que a Coreia do Norte é um Estado nuclear responsável que não usará o seu arsenal atómico se não for antes atacado da mesma forma.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".