sicnot

Perfil

Mundo

Presidente do Tajiquistão cria feriado nacional em sua honra

O chefe de Estado do Tajiquistão, Emomali Rakhmon, a presidir à antiga república soviética da Ásia Central há mais de duas décadas, ofereceu hoje à população do país um novo feriado nacional, intitulado Dia do Presidente.

© POOL New / Reuters

Segundo a imprensa oficial local, o "Dia do Presidente " será festejado a 16 de novembro e destina-se a celebrar "a experiência política e a enorme contribuição para a paz" de Rakhmon, que assinou hoje a lei aprovada pelo Parlamento em abril último.

"(A lei) tem em conta a experiência política significativa e a enorme contribuição" do presidente para a paz e para a unidade nacional, lê-se num comunicado de imprensa presidencial.

A data de 16 de novembro corresponde ao dia em que Rakhmon, antigo dirigente de uma empresa, foi eleito para a chefia do Parlamento, em 1992, dois anos antes de ser eleito chefe de Estado.

As autoridades tajiques têm-se multiplicado em iniciativas para glorificar o presidente, cujas manobras políticas envoltas em corrupção e repressão, são frequentemente denunciadas por organizações de defesa dos Direitos Humanos.

Em fevereiro deste ano, o Comité de Juventude lançou um concurso nas escolas do país, premiando a melhor redação sobre os feitos do presidente.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.